(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

FMI reduz para 2,3% previsão de crescimento do Brasil neste ano

Projeções

24 JAN 2014
Agência Brasil
19h48min

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu de 2,5% para 2,3% a previsão de crescimento para a economia brasileira neste ano. Para 2015, a estimativa foi reduzida de 3,2% para 2,8%. As projeções foram divulgadas em nova edição da publicação Perspectiva Econômica Mundial.

De acordo com o FMI, a economia brasileira enfrenta um momento oposto em relação ao restante do mundo. O Fundo elevou de 3,6% para 3,7% a previsão de crescimento da economia global em 2014. Para o próximo ano, a perspectiva de expansão da economia do planeta foi mantida em 3,9%.

Na avaliação do Fundo Monetário Internacional, o aperto no crédito, que reduz o consumo, os gargalos na economia e a incerteza política, que reduz os investimentos, contribuíram para que a estimativa de crescimento fosse revisada para baixo não apenas no Brasil, mas nos países emergentes de forma geral. O fim dos estímulos na economia norte-americana, ressaltou o relatório, tornará países com rombos nas contas externas, como o Brasil, ainda mais vulneráveis a riscos em 2014.

O relatório recomenda que os países emergentes aumentem o rigor fiscal e melhorem o ambiente regulatório para estimular melhorias na infraestrutura. Segundo o FMI, somente essas medidas serão capazes de manter a confiança dos investidores internacionais e impedir a fuga de capital desses países.

Segundo o FMI, a aceleração da economia mundial deve-se principalmente à recuperação dos países desenvolvidos, cujos mercados internos voltaram a crescer depois de anos de crise. O organismo, no entanto, recomenda que os Estados Unidos e a União Europeia não retirem rapidamente os estímulos concedidos nos últimos anos.

Veja também