Menu
quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Economia

IBGE aponta que dois municípios de MS possuem maior rebanho bovino do país

Pecuária

14 outubro 2013 - 18h45Por Aline Oliveira

O IBGE divulgou uma pesquisa sobre PPM (Produção da Pecuária Municipal), na semana passada informando que as cidades de Corumbá (444 quilômetros de Campo Grande) e Ribas do Rio Pardo (97 quilômetros) possuíam até o final de 2012, o segundo e o terceiro maior número de bovinos, entre todos os municípios brasileiros.

O rebanho de Corumbá contabilizou até 31 de dezembro do ano passado, 1,755 milhão de animais, representando 0,8% do total do país, que contava com 211,279 milhões de animais no total. Em Ribas, foram registrados 1,104 milhão de cabeças, equivalendo a 0,5% dos bovinos do Brasil.

Segundo informações do instituto, os municípios sul-mato-grossenses foram superados apenas pela cidade de São Félix do Xingu (PA), com 2,143 milhões de animais. Na categoria estadual, Mato Grosso do Sul aparece na quarta posição, na lista nacional de maiores rebanhos bovinos, com 21,498 milhões (13,6% do rebanho nacional), Minas Gerais com 23,965 milhões (11,3%) e Goiás com 22,045 milhões (10,4%).

No entanto, a pesquisa revela que o rebanho do Estado até 2012 é o menor desde 1998, quando foram apontados 21,421 milhões de animais. De 2008 a 2012 o rebanho bovino diminuiu em 3,88%, caindo de 22,365 milhões para 21,498 milhões.

Leia Também

Diretor do Instituto Butantan estima que vacina contra covid fique pronta até outubro
Geral
Diretor do Instituto Butantan estima que vacina contra covid fique pronta até outubro
Loester Trutis usou do cargo para desacatar servidores e denúncia vai para PGR
Cidade Morena
Loester Trutis usou do cargo para desacatar servidores e denúncia vai para PGR
Prefeitura leva saúde bucal para indígenas na saída para Aquidauana
Cidade Morena
Prefeitura leva saúde bucal para indígenas na saída para Aquidauana
Por causa da covid, estado de emergência é oficializado em Nioaque
Cidades
Por causa da covid, estado de emergência é oficializado em Nioaque