Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Economia

Incêndio em terminal de açúcar no Porto de Santos eleva a cotação do produto

Incidente

18 outubro 2013 - 18h20Por Aline Oliveira

No início desta sexta-feira (18), um incêndio de grandes proporções atingiu o porto de Santos, no litoral paulista, se espalhando por um dos terminais que abriga seis armazéns de açúcar. De acordo com a Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo), o incêndio já é considerado o maior da história do porto, com quatro funcionários feridos.

 

O fogo concentrou-se no terminal da Copersucar que ocupa os armazéns usados exclusivamente para açúcar e possui capacidade estática de 300 mil toneladas. No total o porto possui 62 terminais sendo considerado o maior da América Latina. As informações são de que o fogo foi controlado após seis horas de trabalho dos bombeiros e o prejuízo ainda não foi calculado.

 

Em razão do incidente, os preços do açúcar nas bolsas mundiais foram afetados. Ainda no período da manhã a cotação subiu 6%, atingindo o maior nível do ano. Segundo informações da consultoria Datagro, o fato ocorreu porque o Brasil é o maior exportador de açúcar mundial e responde por 47% da exportação global.

 

A direção da companhia informou ainda que o fogo começou em uma esteira externa que ficava presa a uma estrutura aérea e transportava o açúcar dos armazéns até próximo ao cais. As causas do incêndio já estão sendo apuradas e os feridos que tiveram ferimentos leves já foram atendidos e passam bem.

Leia Também

LAGOA TORTA: cidadezinha do Centro-Oeste de MS entra no mapa do coronavírus
Saúde
LAGOA TORTA: cidadezinha do Centro-Oeste de MS entra no mapa do coronavírus
Dengue mata o dobro que a COVID em MS
Saúde
Dengue mata o dobro que a COVID em MS
Casos de dengue tiveram redução nos cinco primeiros meses do ano em Campo Grande
Cidade Morena
Casos de dengue tiveram redução nos cinco primeiros meses do ano em Campo Grande
'Vovô radical' é preso por dirigir bêbado e causar acidente
Interior
'Vovô radical' é preso por dirigir bêbado e causar acidente