Menu
Busca domingo, 07 de junho de 2020
Camara - corona
Economia

Inflação sobe na primeira semana de novembro puxada por alimentos

Inflação

11 novembro 2013 - 09h38Por Da Redação
Inflação sobe na primeira semana de novembro puxada por alimentos

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na primeira semana de novembro, na comparação com a última de outubro. Os dados foram divulgados hoje (11) pela instituição.

Na média, das sete capitais pesquisadas, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) subiu de 0,55% para 0,63%, na passagem da última semana de outubro para a primeira semana de novembro. No comunicado divulgado na última sexta-feira (8), a FGV informou que a alta do IPC-S foi influenciada, principalmente, pelo aumento de preços dos alimentos, com destaque para as hortaliças e legumes.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, avançou para 0,55% na primeira prévia de novembro ante 0,48% no fechamento de outubro. No IPC, a variação de preços também foi influenciada pelo grupo alimentação, que subiu de 1,20% para 1,48%.

A segunda maior taxa foi constatada em despesas pessoais, que passou de 0,86% para 0,87%. Em seguida, aparece o grupo saúde, cujo índice subiu de 0,46% para 0,51%. Depois aparecem os grupos vestuário (variação negativa de 0,19% para alta de 0,24%), educação (de 0,12% para 0,13%) e habitação (de 0,17% para 0,18%).

Leia Também

Brasil tem 904 mortes pela COVID-19 em 24h, aponta Ministério
Saúde
Brasil tem 904 mortes pela COVID-19 em 24h, aponta Ministério
Contar “arruma cama” no MDB? Bolsonarista garante que não!
Política
Contar “arruma cama” no MDB? Bolsonarista garante que não!
Frio continua e mínima pode chegar a 7°C neste domingo
Cidade Morena
Frio continua e mínima pode chegar a 7°C neste domingo
Bêbado, motociclista cai em buraco em Aquidauana
Interior
Bêbado, motociclista cai em buraco em Aquidauana