(67) 99826-0686
Origem - entregas

Maioria dos consumidores de Campo Grande desconhece quanto paga de imposto

93% dos consumidores consultados, a tributação é um fator que contribui para que alguns produtos tenham um preço elevado no mercado

30 MAI 2019
Assessoria CDL
12h20min
Foto: Wesley Ortiz/Arquivo TopMídiaNews

O brasileiro reclama do alto imposto e sabe que paga muito, porém, pouco sabe o que isto representa em seu consumo. Levantamento feito pelo SPC Brasil e CDL/CG (Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande) mostra que 74% dos consumidores da Capital não têm o hábito de checar o quanto pagam de imposto ao contratar um serviço ou adquirir bens. A pesquisa, feita também em outras capitais brasileiras, mostra que apenas 26% das pessoas buscam informações na nota fiscal ou outros meios. 

Desde 2013 uma lei federal determina que estabelecimentos devem informar na nota fiscal o valor aproximado dos tributos que incidem no preço final de um produto. 

“O brasileiro trabalha quase cinco meses do ano para pagar impostos, sabe que paga muito, porém a conscientização do que é preciso fazer para diminuir este valor ainda é pequena”, avalia o presidente da CDL/CG, Adelaido Vila. Nesta quinta-feira (30), a entidade promove o “Dia Livre de Impostos” em bares da Capital, onde a cerveja será vendida sem o valor dos impostos, a partir das 17h30. 

“Os empresários que participam do evento toparam pagar do bolso o imposto para servir de conscientização aos consumidores e mostrar o quanto do produto é ‘tomado’ pelo governo. Mais da metade do valor da cerveja é tributo”, explica.

 
Na opinião de 93% dos consumidores consultados, a tributação é um fator que contribui para que alguns produtos tenham um preço elevado no mercado. “No Brasil a taxação maior é sobre o consumo, sem diferenciar quem é de classe mais baixa ou elevada. É um modelo perverso. Na maioria dos países desenvolvidos a carga tributária está atrelada à renda e ao patrimônio”, ressalta Vila. 

DIA LIVRE DE IMPOSTOS - A iniciativa de realizar o evento em bares serve também de conscientização. “Para ressaltamos a importância, também, do Maio Amarelo, realizamos parcerias com aplicativos de carona compartilhada para que o consumidor tenha seu happy hour e chegue em segurança à sua casa”, explica.


Participam do Dia Livre de Impostos CG os bares: Velfarre, Saideira e Água Doce Cachaçaria. O happy hour começa a partir das 17h30.


 A CDL/CG também irá realizar campanhas de prevenção e conscientização nos locais.

Se beber, não dirija.

Veja também