Menu
domingo, 29 de novembro de 2020
Economia

Maioria dos consumidores de Campo Grande desconhece quanto paga de imposto

93% dos consumidores consultados, a tributação é um fator que contribui para que alguns produtos tenham um preço elevado no mercado

30 maio 2019 - 12h20Por Assessoria CDL

O brasileiro reclama do alto imposto e sabe que paga muito, porém, pouco sabe o que isto representa em seu consumo. Levantamento feito pelo SPC Brasil e CDL/CG (Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande) mostra que 74% dos consumidores da Capital não têm o hábito de checar o quanto pagam de imposto ao contratar um serviço ou adquirir bens. A pesquisa, feita também em outras capitais brasileiras, mostra que apenas 26% das pessoas buscam informações na nota fiscal ou outros meios. 

Desde 2013 uma lei federal determina que estabelecimentos devem informar na nota fiscal o valor aproximado dos tributos que incidem no preço final de um produto. 

“O brasileiro trabalha quase cinco meses do ano para pagar impostos, sabe que paga muito, porém a conscientização do que é preciso fazer para diminuir este valor ainda é pequena”, avalia o presidente da CDL/CG, Adelaido Vila. Nesta quinta-feira (30), a entidade promove o “Dia Livre de Impostos” em bares da Capital, onde a cerveja será vendida sem o valor dos impostos, a partir das 17h30. 

“Os empresários que participam do evento toparam pagar do bolso o imposto para servir de conscientização aos consumidores e mostrar o quanto do produto é ‘tomado’ pelo governo. Mais da metade do valor da cerveja é tributo”, explica.

 
Na opinião de 93% dos consumidores consultados, a tributação é um fator que contribui para que alguns produtos tenham um preço elevado no mercado. “No Brasil a taxação maior é sobre o consumo, sem diferenciar quem é de classe mais baixa ou elevada. É um modelo perverso. Na maioria dos países desenvolvidos a carga tributária está atrelada à renda e ao patrimônio”, ressalta Vila. 

DIA LIVRE DE IMPOSTOS - A iniciativa de realizar o evento em bares serve também de conscientização. “Para ressaltamos a importância, também, do Maio Amarelo, realizamos parcerias com aplicativos de carona compartilhada para que o consumidor tenha seu happy hour e chegue em segurança à sua casa”, explica.


Participam do Dia Livre de Impostos CG os bares: Velfarre, Saideira e Água Doce Cachaçaria. O happy hour começa a partir das 17h30.


 A CDL/CG também irá realizar campanhas de prevenção e conscientização nos locais.

Se beber, não dirija.

Leia Também

Advogado acusado de estupro de meninas de 11, 12 e 15 anos é solto pela Justiça de MS
Polícia
Advogado acusado de estupro de meninas de 11, 12 e 15 anos é solto pela Justiça de MS
Em Dourados, criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo
Interior
Em Dourados, criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo
Dono de bar no Centro se recusa a mostrar alvará e vai parar na Delegacia após gritar com PM
Polícia
Dono de bar no Centro se recusa a mostrar alvará e vai parar na Delegacia após gritar com PM
Dupla é alvejada com diversos disparos de arma de fogo no Santa Luzia
Polícia
Dupla é alvejada com diversos disparos de arma de fogo no Santa Luzia