(67) 99826-0686
Camara - marco

Mantega garante mais dinheiro para investimento em MS

Investimento

16 OUT 2013
Da Redação
11h30min
Foto: Divulgação/Assecom

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (15) que o Governo aumentará o volume de recursos destinados a Mato Grosso do Sul, Goiás e Mato Grosso por meio do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) e Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

O compromisso foi assumido durante reunião com os senadores da região, entre eles os três de Mato Grosso do Sul: Waldemir Moka (PMDB), Delcídio Amaral (PT) e Ruben Figueiró (PSDB).

De acordo com Moka, que participou da audiência, o ministro ouviu as demandas de cada Estado e assegurou que elas deverão ser atendidas até o final do ano. “O ministro ouviu muitas reclamações sobre a falta de dinheiro para financiar projetos nesses Estados, em especial em Mato Grosso do Sul”, observa Moka.

No início de outubro, o senador e a secretária de Estado da Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa, reuniram-se com o superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Marco Túlio Moraes, para discutir a liberação de mais dinheiro para o Estado.

De acordo com Moka, Mato Grosso do Sul teve garantido R$ 1,2 bilhão para investimentos em projetos nas áreas empresarial e rural, o equivalente a 23% da dotação destinada ao Centro-Oeste em 2013. Desse total, cerca de R$ 800 milhões já foram aplicados, distribuídos em mais de 4,7 mil operações.

Os R$ 400 milhões restantes não atendem às necessidades de investimentos, cuja demanda já soma R$ 650 milhões em 337 operações aprovadas. O senador argumentou ao ministro que o Estado precisa de ao menos mais R$ 250 milhões adicionais para os projetos.

Mantega garantiu aos senadores que a destinação de novos recursos para os três Estados da região deverá alcançar R$ 1,8 bilhão, distribuído proporcionalmente. O ministro também sinalizou que irá redistribuir os recursos destinados e não utilizados pelo Distrito Federal, estimados em R$ 400 milhões.

Veja também