Menu
quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Economia

Micro e Pequenos empresários inadimplentes serão impedidos de participar do Simples

Economia

31 outubro 2013 - 19h54Por Aline Oliveira

Uma votação realizada ontem (30) no STF (Supremo Tribunal Federal), considerou que as micro e pequenas empresas que apresentarem caso de inadimplência de tributos ou contribuições previdenciárias podem ser excluídas ou impedidas de participar do sistema Simples Nacional.

 

Com esta decisão, os ministros confirmaram a regra aplicada desde 2006, no ano de criação de Simples. Segundo informações da Receita Federal, somente no ano passado, 122 mil empresas foram excluídas do regime simplificado de tributação em razão da inadimplência e em 2013 o número já chega a 110 mil.

 

Além disso, outras 44 mil empresas tiveram este ano os pedidos de ingresso no programa negados por apresentarem pendências com a Receita Federal ou a Previência. Hoje, 7,9 milhões de micro e pequenas empresas recolhem tributos federais, estaduais e municipais em guia única e com alíquotas menores.

 

Na avaliação do Supremo é constitucional o artigo 17 da Lei nº 123/06 que impede empresas com pendências a recolher em guia única e alíquota menores, seis tributos federais, além do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e o ISS (Imposto sobre Serviços).

 

Fonte: Valor Econômico

Leia Também

Fumaça de queimadas na Bolívia invade Corumbá e gera cena impressionante
Interior
Fumaça de queimadas na Bolívia invade Corumbá e gera cena impressionante
Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
Geral
Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Cidade Morena
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil
Geral
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil