TCE 27/10 a 29/10
Menu
quarta, 27 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Economia

Missão brasileira vai à China para promover mercado de carne bovina

Agronegócios

12 dezembro 2013 - 20h28Por CNA

Na próxima sexta-feira (13), a presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária) e senadora, Kática Abreu embarca para Pequim (China) com representantes de uma rede brasileira de churrascarias interessadas em se instalar em território chinês. A iniciativa é mais uma etapa do trabalho de promoção comercial dos produtos do agronegócio do Brasil na Ásia, com vistas a ajudar na abertura do mercado chinês à nossa carne bovina. 

 

O tema foi abordado por ela, nesta quinta-feira (12), em reunião da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado. Segundo a presidente da CNA, a ideia é “criar vitrines da carne brasileira”, visando aumentar o consumo do produto pelos chineses, a partir da implantação de churrascarias naquele mercado. A meta, nos próximos anos, é instalar cerca de 200.

 

“Queremos melhorar o desempenho das nossas exportações e mostrar aos chineses a qualidade da nossa carne, para que eles passem a comer o nosso tradicional churrasco”, destacou. Um dos desafios, no entanto, é suspender o embargo da China à carne brasileira, que dura um ano, em razão do surgimento de um caso atípico de vaca louca, no Paraná. “Vamos trabalhar pela queda deste embargo”, frisou a senadora.

 

Café – Outra proposta prioritária para a CNA é a ampliação do consumo de café pelos chineses. Neste sentido, a senadora defendeu a abertura de cafeterias, como forma de consolidar a marca brasileira no país asiático. “Não é mais possível permitir que o maior produtor e exportador de café do mundo fique atrás de outros países que não fazem jus à qualidade do nosso produto”, disse a senadora.

 

No caso do grão, ponderou a presidente da CNA, a principal barreira a ser superada é a questão das tarifas impostas pelos chineses para a entrada do café brasileiro neste mercado. “É uma escalada tarifária muito pesada”, avaliou. Enquanto os brasileiros consomem 850 xícaras de café por ano, os chineses consomem apenas três. O sonho da CNA é que a população chinesa, que reúne 1,3 bilhão de pessoas, passe a tomar dez xícaras da bebida por ano.

 

Fonte: CNA

 

Leia Também

Grave acidente entre carreta e caminhão deixa um morto na BR-262
Polícia
Grave acidente entre carreta e caminhão deixa um morto na BR-262
Com apenas 1 morte, MS registra mais 119 novos casos da covid-19
Cidades
Com apenas 1 morte, MS registra mais 119 novos casos da covid-19
De aniversário, Nova Alvorada do Sul recebe obras de esgotamento sanitário
Cidades
De aniversário, Nova Alvorada do Sul recebe obras de esgotamento sanitário
Ministério Público do Trabalho vai investigar assédio moral no Carrefour de Campo Grande
Campo Grande
Ministério Público do Trabalho vai investigar assédio moral no Carrefour de Campo Grande