Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Economia

Mostra realizada em Nova York será oportunidade única para MS, afirma Puccinelli

Exposição internacional

28 janeiro 2014 - 21h00Por Aline Oliveira

Na última segunda-feira (27), foi realizado o lançamento do evento promovido pela Organização das Nações Unidas que acontecerá entre 12 e 25 de março, em Nova York (EUA). Na ocasião serão apresentados trabalhos artísticos e culturais de 93 países e Mato Grosso do Sul é o primeiro Estado brasileiro a participar do evento.

 

A delegação sul-mato-grossense participará do evento, por meio do projeto "Mato Grosso do Sul Visto pelo Mundo", de autoria de Vanusa Jardim e Roseli Saad. "Eu e Rosely criamos juntas um projeto que pudesse abranger todos os segmentos do Estado em uma mostra que vai desde a cultura, economia até as belezas do Pantanal", relatou durante a coletiva de lançamento.

 

Governo do Estado - O governador André Puccinelli participou do evento e parabenizou as idealizadoras. Ele falou da satisfação com que recebeu a notícia da escolha do Estado para o evento internacional. "Será uma grande honra apresentar uma palestra que mostrará as riquezas de Mato Grosso do Sul, além todo potencial, turístico e econômico. Estou muito feliz com a escolha dos 12 artistas que nos representarão e aviso que os que não foram escolhidos pela curadoria, podem trazer seus trabalhos, pois tentaremos levar todos".

 

A escolha dos artistas foi feita por meio de processo seletivo que encaminhou trabalho de 35 artistas locais para avaliação da ONU. Os realizadores selecionaram 12 trabalhos que serão encaminhados para o evento e contarão um pouco das belezas e influências culturais que o Estado recebeu.

 

"Acredito que um dos maiores destaques no evento serão os artesanatos indígenas e o empreendedorismo sustentável. No entanto, estamos preparados para a troca de informações oportunizada nas rodadas de negócios que serão realizadas e com certeza traremos novos investidores para Mato Grosso do Sul, a exemplo da China", pontuou o governador.

 

Já a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Correa da Costa destacou que  desde que o governo do Estado recebeu a notícia da escolha para o evento, estão sendo criadas estratégias para prospectar oportunidades que criem visibilidade ao Estado.

 

"É uma oportunidade única para que nosso Estado demonstre todo o potencial econômico, artístico e cultural ao mundo. Poderemos mostrar nossos produtos e belezas, além de participar dos encontros de negócios. Acredito que o evento será muito divulgado, já que o Estados Unidos saiu de uma grande crise comercial nos últimos dois anos e deve investir bastante na visibilidade do evento", avaliou a secretária.

 

Serão apresentadas mostras fotográficas, literárias, artesanais, apresentações artísticas, debates e rodadas de negócios, apresentando os produtos e serviços oferecidos pelas empresas sul-mato-grossenses ao mercado internacional.

 

Leia Também

WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos a partir de novembro
Geral
WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos a partir de novembro
Rapaz procura polícia após ser removido de grupo no WhatsApp em Dourados
Interior
Rapaz procura polícia após ser removido de grupo no WhatsApp em Dourados
Frota xinga DJ Ivis de vagabundo e critica justiça por soltar agressor de mulher
Geral
Frota xinga DJ Ivis de vagabundo e critica justiça por soltar agressor de mulher
Dona cobra aluguel atrasado e casa pega fogo no Guanandi
Polícia
Dona cobra aluguel atrasado e casa pega fogo no Guanandi