Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Economia

MS terá R$ 702 milhões de socorro financeiro para cobrir perdas do coronavírus

A União deve destinar R$ 125 bilhões a estados e municípios para o combate à pandemia do coronavírus

07 maio 2020 - 14h21Por Nathalia Pelzl

Para conter os danos da arrecadação em Mato Grosso do Sul devido ao coronavírus, o projeto de auxílio emergencial aprovado pelo Congresso vai destinar R$ 702 milhões para o Estado.

Depois de passar pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, o texto seguiu ontem (6) para sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Recurso importante que ajudará o Estado a recuperar perdas. Foi uma decisão acertada do Congresso Nacional. Se chegar no dia 15 de maio, como é previsto no projeto de lei, com certeza nos dará condições de reparar perdas e garantir obrigações de salários e fornecedores, mas principalmente atender as questões de Saúde, que hoje é a prioridade de Mato Grosso do Sul”, pontuou o governador Reinaldo Azambuja.

Conforme divulgado, pelo texto do projeto, a União deve destinar R$ 125 bilhões a estados e municípios para o combate à pandemia do coronavírus.

O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas. Dos R$ 702 milhões previstos para Mato Grosso do Sul, R$ 80 milhões são exclusivos para a saúde pública e R$ 622 para livre aplicação.

No rateio nacional, os municípios sul-mato-grossenses ficaram com R$ 461 milhões do bolo, sendo R$ 40 milhões específicos para a saúde pública e R$ 421 milhões para livre aplicação. Ao todo, a fatia de MS do pacote de socorro financeiro é de R$ 1,16 bilhão.

Além do auxílio financeiro, o projeto aprovado pelo Senado e pelo Congresso suspende o pagamento da dívida dos estados e municípios com a União até dezembro deste ano. Com a medida, Mato Grosso do Sul vai economizar cerca de R$ 40 milhões por mês – valor de débitos com o Tesouro Nacional e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Leia Também

Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Cidade Morena
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Cidade Morena
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Cidade Morena
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande
Cidade Morena
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande