Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Economia

Novos resultados de pedidos de auxílio emergencial saem nesta quarta-feira

Segundo a Caixa, até o dia 30 de abril, dos 96,9 milhões de CPFs que já foram analisados

13 maio 2020 - 17h20Por Dany Nascimento

A Dataprev, empresa pública responsável por identificar quem tem direito a receber o Auxílio Emergencial de R$ 600, disse que pretende entregar ainda nesta quarta-feira (13), o resultado do processamento de mais 14 milhões de pedidos do benefício feitos através do aplicativo e do site do programa.

Conforme o G1,  os dados processados incluem novos cadastros e complementações cadastrais (cadastros refeitos por terem sido considerados inconclusivos) feitos entre os dias 23 e 30 de abril. É a partir dessa avaliação que a Caixa Econômica Federal libera os pagamentos.

Atualmente, 2,3% do total de quem se inscreveu no site e app está em processamento adicional em função da complexidade de cenários e cruzamentos. São 1,04 milhão de solicitações que ainda aguardam análise: 38 mil cadastros concluídos entre 7 a 10 de abril; 1 mil pedidos feitos entre 11 e 17 de abril; e 1 milhão solicitados de 18 a 22 de abril.

Segundo a Caixa, até o dia 30 de abril, dos 96,9 milhões de CPFs que já foram analisados e enviados à Caixa Econômica Federal, 50,52 milhões atenderam aos critérios da lei e foram considerados elegíveis para receber o benefício, ou seja, 52,1% do total.

Leia Também

Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
Cidade Morena
Tribunal do Trabalho nega danos morais coletivos por morte do adolescente Wesner em lava jato
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Geral
NÃO VAI TER FIM? Brasileiros mortos pela covid-19 já chegam a 34.021
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Cidade Morena
Registro mostra que PM foi imparcial em ocorrência com tiro de Guarda Municipal
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site
Geral
Estudo que demonizava cloroquina é falho e autores tiram texto de site