Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Pesquisa revela que no mês de outubro aumentou o número de famílias endividadas no país

Inadimplência

31 OUT 2013
Aline Oliveira
20h17min
Divulgação

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (31), pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) revelou que após dois meses em queda, o número de famílias endividadas no Brasil aumentou no mês de outubro.

 

Entre os principais motivos estão a diminuição de vagas e salários no mercado de trabalho, refletindo diretamente na renda do cidadão que teve mais dificuldade em pagar as dívidas mensais. Com este cenário, a parcela de endividados deve continuar a crescer no último trimestre do ano, justamente na época em que o consumidor vai mais às compras.

 

Participaram da pesquisa, 18 mil consumidores e foi apurado pela CNC que 62,1% do total dos entrevistados declararam ter dívidas em outubro, fatia superior registrada em setembro com 61,4% e bem maior do que o mesmo período do ano passado quando se chegou a 59,2%.

 

As famílias inadimplentes também aumentaram, e no último dia do mês foi registrado que 21,6% admitiram ter débitos ou estar com contas em atraso. Neste caso, o aumento foi moderado, já que mês passado o percentual foi de 20,6% e ano passado atingiu 20,5%.

 

Os entrevistados que fazem parte da faixa salarial de até 10 salários mínimos foram os que mais apresentaram aumento de endividamento, com 64%. Já as famílias com renda superior a 10 salários mínimos tiveram 52,9% de crescimento nas dívidas.  Outra informação importante é que a divida mais citada na pesquisa se refere ao cartão de crédito, apontado em 73,9% das pessoas, carnês ocuparam a segunda posição com 17,9% e financiamento do carro obteve 11,5% das respostas.

 

Fonte: Valor Econômico

 

Veja também