(67) 99826-0686
Camara - marco

Petroleiros iniciam amanhã paralisação em protesto ao leilão do Campo de Libra

Petrobras

16 OUT 2013
Aline Oliveira
20h40min

Os petroleiros de várias regiões brasileiras iniciam amanhã (17), uma paralisação para protestar contra o leilão do Campo de Libra, no pré-sal da bacia de Santos. A greve começa a partir da meia noite e permanecerá por tempo indeterminado.

 

De acordo com a FUP (Federação Única dos Petroleiros), o movimento envolverá funcionários que vão desde as refinarias até as unidades administrativas da Petrobras, Transpretro e outras subsidiárias.  A entidade congrega 12 sindicatos de trabalhadores do grupo Petrobras, perfazendo cerca de 70% do quadro total da companhia no país.

 

A categoria promete fazer protestos nesta quinta-feira, nas principais capitais do país para denunciar os riscos á soberania e os prejuízos que o Brasil terá caso Libra seja apropriada por petroleiras transnacionais."Por lei, o governo pode permitir que esse reservatório fique inteiramente com a estatal, mas em vez disso querem entregar o tesouro às multinacionais", afirma em nota o coordenador da FUP, João Antônio Morais.

 

O leilão de Libra está marcado para próxima segunda-feira (21), no Rio de Janeiro. Trata-se da maior descoberta na camada até agora, com reservas recuperáveis entre 8 e 11 bilhões de barris de petróleo. A licitação renderá ao governo um bônus imediato de R$ 15 bilhões que terá de ser pago pelo vencedor e ajudará a fechar as contas nacionais em 2013.

Veja também