Menu
Busca sábado, 16 de novembro de 2019
Economia

Tereza Cristina vai tentar reabrir mercado norte-americano em viagem aos EUA

Entrada da carne brasileira no país foi vetada desde o início da Operação Carne Fraca, em 2017

05 novembro 2019 - 16h18Por Diana Christie

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, viaja para os Estados Unidos no próximo dia 17, onde deve se encontrar com o secretário de Agricultura local, Sonny Perdue. Ela está confiante na reabertura do mercado norte-americano para a carne brasileira, que foi vetada desde o início da Operação Carne Fraca, em 2017.

“Eles querem apenas rever alguns pontos, a exemplo do que nós, no Brasil, fazemos com outros países. Os EUA são um excelente mercado e vamos reabrir sim esse mercado. Agora vamos ver o dever de casa que temos de fazer”, disse a ministra nesta terça-feira (5), após participar do 1º Congresso Brasileiro de Gestores da Agropecuária, em Brasília.

Apesar do otimismo, a ministra está “decepcionada” com as dificuldades impostas pelo governo dos Estados Unidos, conforme a Agência Brasil. “Achei que a gente já tinha cumprido todas as etapas. Mas isso é mercado internacional e é assim que funciona. Quem manda é quem está comprando. Então vamos lá para ver o que pode ser feito ou revisto”.

Enquanto isso, Tereza Cristina aposta na abertura do mercado chinês para carnes e miúdos brasileiros para compensar a perda de mercado nos EUA. “Temos certeza de que boas coisas acontecerão ainda neste ano”, disse, referindo-se à habilitação de algumas plantas brasileiras para a exportação de miúdos à China. “Isso é uma coisa muito boa. Trabalhamos nisso desde maio. Agora vai se concretizar”.