Menu
segunda, 23 de novembro de 2020
Economia

Destaque na produção de grãos, MS terá primeira indústria de etanol de milho

Usina de etanol de milho será instalada em 2021 e criará mais de 200 empregos formais em MS

22 outubro 2020 - 16h05

A primeira usina de etanol de milho em Mato Grosso do Sul será instalada em março de 2021 na região norte do Estado. A Petromar, empresa com sede em Mato Grosso, pretende gerar 200 empregos formais com o início das operações e deve criar empregos em diversos munícipios. A usina será instalada em Jaraguari e deve ampliar operações para outros municípios, como Costa Rica. Além da usina, o grupo Petromar pretende empreender em áreas de energia renovável, como o biogás e painéis fotovoltáicos. 

A vinda da Petromar, através de parceria com o Governo Estadual pela Semadur (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), está avançada e aguarda as últimas licenças do Corpo de Bombeiros e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para iniciar a construção da Destilaria Pioneira. 

A usina vai operar em Jaraguari, região central do Estado, com início das obras previstas para março de 2021. De acordo com o presidente da Petromar, Celso Carlos Silva, a indústria deve geral ao menos 200 empregos diretos e tem previsão de expandir para municípios da região Norte.

“Vemos um Estado muito promissor para o desenvolvimento e um ótimo trabalho dos secretários da Semagro, Jaime Verruck, e do secretário-adjunto Ricardo Sena. Mato Grosso do Sul se destaca no Centro Oeste pela produção de milho e, por este motivo, optamos pela abertura de uma indústria no Estado. Nossa meta é a produção de 200 mil litros por dia de etanol de milho”, explicou Celso.


A grande vantagem do etanol feito de milho é que o grão pode ser armazenado e utilizado à medida das necessidades da indústria, o que não acontece com a cana, que precisa ser processada logo após sua colheita. Para a produção do etanol de milho não existe entressafra, podendo ser utilizado ininterruptamente ao longo de todo o ano.
 

Para a produção do etanol de milho não existe entressafra, podendo ser utilizado ininterruptamente ao longo de todo o ano

“Vemos um Estado muito promissor para o desenvolvimento e um ótimo trabalho dos secretários da Semagro, Jaime Verruck, e do secretário-adjunto Ricardo Sena. Mato Grosso do Sul se destaca no Centro Oeste pela produção de milho e, por este motivo, optamos pela abertura de uma indústria no Estado. Nossa meta é a produção diária de 200 mil litros por dia de etanol de milho”, explicou Celso.

Além do etanol, a Petromar trabalha na produção de ração para animais, óleo de cozinha e outros derivados do milho e o objetivo é a criação de filiais em outros municípios do Estado para a produção destes produtos para atender a demanda local e a exportação.

Celso explica que Jaraguari está há 150 km das principais plantações de milho no Estado e que tem conversado com outros municípios para a criação de subsidiárias, como é o caso de Costa Rica. 

“Conversamos com a Semadur para a instalação de empreendimentos em Costa Rica, como o projeto de energia renovável que a empresa trabalha, com o biogás e painéis fotovoltaicos”, explicou o presidente da Petromar.
 

Leia Também

Prefeitura anuncia pagamento antecipado do 13º salário dos servidores
Economia
Prefeitura anuncia pagamento antecipado do 13º salário dos servidores
Alto astral e brincalhão: amigos lamentam morte de rapaz que defendeu mulher de agressão
In Memoriam
Alto astral e brincalhão: amigos lamentam morte de rapaz que defendeu mulher de agressão
Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Geral
Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba
Polícia
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba