ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
ENTREGAS

Primeira comandante mulher da Guarda, Adriana fala de orgulho pela camisa azul marinho

Adriana Severina ficou entre cinco nomes e foi escolhida por Bernal durante uma reunião

5 SET 2016
Dany Nascimento
14h46min
Foto: Geovanni Gomes

Completando 22 dias à frente da Guarda Municipal de Campo Grande, Adriana Severina Farias Lima, 35 anos, que comanda 1.311 homens e 90 mulheres, afirma que foi escolhida pelo prefeito Alcides Bernal (PP) por possuir todos os requisitos exigidos pelo Chefe do Executivo, sendo a escolhida entre cinco nomes avaliados.

Ela é a entrevistada da semana do TopMídiaNews. Confira a conversa:

TopMídiaNews: como foi o convite para assumir o comando?

Adriana: O secretário dentro desse tempo a frente do comando, já sabia que teria que ter guarda civil a frente do comando nessa data, fez uma lista de possíveis comandantes, onde o prefeito colocou por volta de 40 a 45 itens que deveriam ser avaliados. No decorrer do tempo, eles foram avaliando todos os guardas possíveis para o cargo, na véspera da data, tinha cinco guardas escolhidos que participaram de uma reunião para ele conhecer de perto as pessoas, a tendência era que fosse alguém que realmente vestisse a camisa e fosse defender realmente a camisa azul marinho da guarda municipal.

E como foi assumir a tropa?

Estou dando continuidade a um bom trabalho que já vinha sendo aplicado na corporação e encontrei dificuldades na hora de montar a equipe de trabalho. A Guarda já vinha com desenrolar muito bom de serviço, continua o trânsito, ambiental, bases administrativa tudo normalmente. Estamos com dificuldade de pessoas para montar equipe para trabalhar porque tenho exigência de pessoas que queiram trabalhar, que vista a camisa realmente para desenvolver esses serviços administrativos. Dificuldade foi a montagem da equipe, quem faz o que. O restante continua normalmente, os chefes das bases são excelentes, ajudam muito o comanda.

Como fica o videomonitoramento de Campo Grande, de responsabilidade da Guarda Municipal?

O videomonitoramento no IMTI continua normalmente no atendimento com câmeras, tem viaturas no quadrilátero central, detectando com as câmeras. Dando bons resultados, é um ponto muito positivo, é uma arma a favor do serviço para desempenho melhor do serviço. O patrulhamento dedicado melhorou o índice de apreensões, o atendimento é muito mais rápido e eficaz, em menos de cinco minutos detectamos e atendemos a ocorrência.

E nos bairros, como será a segurança?

As bases administrativas (nos bairros) tem esquema de rondas, tem guardas lotados na zona vermelha e as unidades na zona amarela ou verde é realizado ronda diuturnamente para isso. É realizada abordagem e levamos a pessoa para a delegacia para responder pelo feito, a delegacia que impõe a pena correta.

Como serão os guardas armados?

"Eles passam por um curso de patrulheiro, que permitirá que guardas municipais trabalhem armados. Passou primeira a fase da prova teórica, agora eles realizam exames médicos, assim que forem entregues, vem o TAF.