(67) 99826-0686
IPVA

Agepen instaura sindicância para apurar irregularidades no presídio da Capital

Sindicância

16 OUT 2013
Carlos Guessy
14h00min
Presídio de Segurança Máxima da capital. Foto: Reprodução

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) instaurou sindicância para apurar um possível “esquema” no Complexo Penitenciário de Campo Grande, que conta com o envolvimento de policiais corruptos e que recebem propina para deixar “passar despercebido” a entrada de objetos ilícitos.

Segundo o titular da Sejusp/MS (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul), Wantuir Jacini, qualquer desvio de conduta dos servidores ou até mesmo dos presos estão sendo apuradas.

“Não tínhamos conhecimento de tais fatos, nem mesmo se seria algo recorrente. Porém, com a sindicância, tudo será apurado", afirma.
Durante a manhã de hoje, conforme alguns agentes penitenciários, a promotora Giskia Sandri Trentim, da 50° Promotoria de Justiça, esteve no local para uma vistoria.

O secretário de justiça, disse que iria se reunir com o presidente da Agepen, Coronel Deusde Oliveira, na tarde desta quarta (16) para discutir o assunto.

Veja também