Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Geral

Anatel amplia limites mínimos de velocidade de banda larga fixa e móvel

Em vigor

01 novembro 2013 - 13h33Por Redação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) definiu novos limites mínimos de velocidade da banda larga fixa e móvel oferecida pelas prestadoras do serviço. Pelos novos limites que entram em vigor hoje (01), as prestadoras deverão garantir mensalmente, em média, 70% da velocidade contratada pelos usuários, ante os 60% que estavam em vigor desde 1º de novembro do ano passado.

Também aumenta a taxa de transmissão instantânea, de 20% para 30% da velocidade contratada. A medição vale tanto para downloads como para uploads. Enquanto a taxa de transmissão instantânea corresponde à velocidade apurada no momento em que a internet é usada pelo usuário, a taxa de transmissão média representa a média das medições de velocidade instantânea apurada em um mês.

Dessa forma, se o plano contratado corresponde a uma velocidade de 10 megabits por segundo (Mbps), a média mensal de velocidade terá de ser, no mínimo, 7 mbps, e a velocidade instantânea (pontual) não pode ser menor do que 3 mbps. A partir do ano que vem, a média da velocidade mínima mensal passará a ser 80%, e a instantânea, 40%.

A previsão é que os primeiros resultados da avaliação sobre o cumprimento das novas metas sejam anunciados em dezembro pela Anatel.

Fonte: Agência Brasil

Leia Também

'Lockdown é ineficaz', diz Associação Comercial de Campo Grande
Cidade Morena
'Lockdown é ineficaz', diz Associação Comercial de Campo Grande
VÍDEO: explosões na capital do Líbano deixam cerca de 50 mortos; cena é IMPRESSIONANTE
Geral
VÍDEO: explosões na capital do Líbano deixam cerca de 50 mortos; cena é IMPRESSIONANTE
Mulher bate picape de frente com caminhão e morre na hora em Dourados
Interior
Mulher bate picape de frente com caminhão e morre na hora em Dourados
Marquinhos garante: não há necessidade de fechar tudo em Campo Grande
Cidade Morena
Marquinhos garante: não há necessidade de fechar tudo em Campo Grande