TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
terça, 28 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Anvisa determina recolhimento do remédio para pressão alta, Losartana

As avaliações foram realizadas pelos fabricantes do medicamento no Brasil por determinação da Anvisa

23 junho 2022 - 17h32Por Nathalia Pelzl

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a interdição e recolhimento de lotes dos medicamentos com princípio ativo da Losartana. 
A informação foi divulgada hoje (23). 

Segundo a Anvisa, "a medida foi tomada devido à presença da impureza 'azido' em concentração acima do limite de segurança aceitável"

A Agência já havia dado publicidade aos recolhimentos voluntários anteriores, realizados pelas próprias empresas farmacêuticas nos meses de setembro e outubro de 2021 e junho de 2022.

Conforme divulgado, as impurezas chamadas de "azido" são substâncias que podem surgir durante o processo de fabricação do insumo farmacêutico ativo (IFA) e que tem potencial mutagênico. Impurezas mutagênicas são substâncias químicas que podem causar mudanças no DNA de uma célula. A medida é preventiva e foi tomada após a realização de análises nos produtos do mercado brasileiro. 

As avaliações foram realizadas pelos fabricantes do medicamento no Brasil por determinação da Anvisa.

Este tipo de medicação é um dos mais indicados e usados no Brasil para o tratamento de pressão alta (hipertensão arterial) e insuficiência cardíaca, reduzindo o risco de derrame e infarto. 

Porém,  a agência enfatiza que as pessoas que utilizam o medicamento não devem interromper o seu tratamento, pois pode levar a problemas graves. 

Ainda segundo a Anvisa "a medida é preventiva e foi tomada após a evolução do conhecimento sobre as impurezas e para adequar os produtos utilizados no Brasil aos limites técnicos previstos para a presença do contaminante nos medicamentos