tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Após matar jovem, assassino mandou áudio para a sogra mentindo sobre o ocorrido

O acusado ainda se mostrou preocupado com o desaparecimento de Giovanna de Laura Peters

07 dezembro 2021 - 16h40Por Antonio Bispo

Leandro Araújo Marques, de 22 anos, mandou um áudio para a mãe da jovem Giovanna de Laura Peters, de 20 anos, quem havia acabado de matar e escondido o corpo em um terreno baldio.

De acordo com o site Metrópoles, ele se mostrava preocupado com o suposto desaparecimento da namorada, alegando por áudio que tentou ligar para Giovanna, mas não teve sucesso.

Nas mensagens, o acusado diz para a mãe da vítima que ela pediu um carro por aplicativo a fim de voltar para casa, na segunda feira (29).

Leandro diz que o celular de Giovanna não estava mais recebendo mensagens e ligações. “Vai tentando aí, e me mantém em contato também. Eu tô (sic) agoniado aqui também, desde quando a mensagem não chegou eu já fiquei doido. Porque eu mandei mensagem no tablet também e não chegou, e ela não respondeu.”

No final do dia, ele voltou a falar com a sogra e perguntou se ela teria entrado em contato com as amigas para tentar descobrir alguma coisa.

“Dona Érika, a gente tem que ver se consegue alguma coisa, alguma informação com alguém, com alguma amiga dela. Você não conhece alguma amiga dela que ela possa conversar com mais frequência, não?”, diz com a voz calma.

 


A jovem dormiu na casa de Leandro no domingo (28/11) e foi assassinada na madrugada de segunda-feira (29/11).

De acordo com o depoimento do acusado, os dois acabaram discutindo após Leandro descobrir que a jovem teria se relacionado com outras pessoas enquanto estavam separados. Irritado, ele imobilizou a vítima por trás e a degolou, com uma faca.

Nessa segunda-feira (06), o suspeito teve a prisão preventiva decretada, devendo ficar preso por tempo indeterminado até que seja definida uma data para julgamento.