TCE MAIO
(67) 99826-0686

Partida entre Atlético-PR e Vasco é reiniciada após mais de 1h de paralisação

Campeonato Brasileiro

8 DEZ 2013
Redação
17h43min

Manchado após episódio de violência entre torcedores na arquibancada da Arena Joinville, em Santa Catarina, o jogo entre Atlético-PR e Vasco foi reiniciado após mais de 1 hora de paralisação. A equipe de arbitragem conversou com os jogadores dos clubes e decidiu retomar o duelo pela última rodada do Campeonato Brasileiro. A Polícia Militar se deslocou para o estádio para garantir segurança no local.

Antes da briga, o Atlético-PR ganhava do Vasco por 1 a 0 - o duelo foi interrompido aos 16min de jogo. Com os policiais deslocados para a arena, o entorno tinha clima tenso e estava desguarnecido. Torcedores de Atlético-PR e Vasco, que não compraram ingressos, brigavam em uma espécie de revanche por causa do confronto nas arquibancadas.

Contrária à retomada do jogo, a diretoria do Vasco atacou a decisão soberana da arbitragem e da PM. "É uma temeridade. Não tem policiamento em condição de assegurar tanto um lado quanto o outro. Autoridades máximas são o árbitro e a Polícia Militar. Não posso tirar meus jogadores de campo, porque perco de W.O. Mas o efetivo é pequeno. Já tem uma morte e duas pessoas estão em coma. Isso não é futebol. Não é isso que queremos. Espero que isso não volte a acontecer hoje", disse o presidente Roberto Dinamite, se referindo a uma morte de torcedor, ainda não confirmada.

Na briga generalizada, um torcedor do Atlético-PR foi espancado por vascaínos no confronto e ficou desacordado. Ele foi atendido pelo helicóptero da Polícia Militar, que pousou no gramado após a briga. Um outro torcedor, este do Vasco, foi levado de ambulância rapidamente. Uma outra pessoa foi encaminhada ao hospital. Estavam Viana, William Batista e Diego Cordeiro da Costa são atendidas pela equipe médica do hospital São José.

O clima em Joinville era tenso antes mesmo do início da partida. A partida na cidade catarinense já preocupava as autoridades por conta da possibilidade de violência entre as torcidas e revolta por possíveis resultados finais. O duelo deste domingo pode determinar o rebaixamento do Vasco, assim como a ausência do Atlético-PR na Copa Libertadores de 2014.

O Atlético-PR alugou a Arena Joinville por R$ 25.200 ao perder o mando de campo na competição nacional. O estádio costuma ser utilizado pelo Joinville. Sua manutenção custa em torno de R$ 50 mil mensais para a prefeitura da cidade.

Fonte: Uol

Veja também