Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Geral

Bebê é mordido cerca de dez vezes por colega em creche

Pais ficaram revoltados ao ver filho de 6 meses com marcas pelo rosto e braço

22 março 2019 - 11h24Por G1/GO

Um bebê de 6 meses de vida foi mordido cerca de dez vezes por um colega de 2 anos em uma creche de Piracanjuba, na região central de Goiás, nesta quinta-feira (21).

Os pais da vítima ficaram revoltados ao ver o estado do filho, que ficou com ferimentos no rosto, braço e mão. Eles registraram o caso na Polícia Civil, que investiga o caso.

A Prefeitura de Piracanjuba informou, por telefone, que está investigando o caso e tomando todas as providências possíveis.

Mãe do bebê, Letícia Roberta da Silva contou que ficou em choque ao ver o filho todo machucado.

“Estou revoltada. Queria saber quem deixou isso acontecer. Eu fiquei louca na hora. O que não sai da minha cabeça é o sofrimento que ele passou. Porque na primeira mordida com certeza ele gritou, ele chorou. Por que esperar aquilo tudo para socorrer o meu filho?”, reclamou.

De acordo com os pais, a direção do local informou que a agressão foi cometida por uma criança de 2 anos que estava na mesma sala. Segundo eles, o bebe estaria dormindo quando foi mordido.

O casal foi à delegacia da cidade e registrou o caso. O bebê passou por exame de corpo de delito e o delegado Leilton Barros, que está responsável pelo caso, intimou os responsáveis para serem ouvidos.

A família também já pediu a transferência do neném para outra creche e solicitou o acompanhamento do Conselho Tutelar, para que o filho não fique traumatizado e o episódio não comprometa a socialização dele com as outras crianças.

Leia Também

Após confusão com bolsonaristas, prefeito de Rio Verde paga R$ 15 mil de fiança e sai da cadeia
Interior
Após confusão com bolsonaristas, prefeito de Rio Verde paga R$ 15 mil de fiança e sai da cadeia
Chove ou não chove? Previsão aponta que hoje tem em MS!
Cidades
Chove ou não chove? Previsão aponta que hoje tem em MS!
Depois de anos, fome chega com mais intensidade em MS
Cidades
Depois de anos, fome chega com mais intensidade em MS
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas