Menu
sábado, 28 de novembro de 2020
Geral

Comissão Processante convocou prefeito para o dia 25 de novembro

Cassação

08 novembro 2013 - 12h06Por Juliene Katayama

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), foi convocado para prestar depoimento à Comissão Processante no próximo dia 25 de novembro. Embora seja o réu, sua presença não é obrigatória. "Ele poderá mandar o procurador", afirmou o presidente da comissão, vereador Edil Albuquerque (PMDB).

Antes dele, a comissão quer ouvir as testemunhas citadas pelo prefeito. As instruções iniciam na próxima quarta-feira (13). Os primeiros a serem ouvidos serão os proprietários das empresas Salute, Já Gás e Mega Serv. Além delas também será ouvido o dono da MDR, Mamed Dib, autor da denúncia que culminou a CPI da Inadimplência.

A Salute, Já Gás e Mega Serv são objeto da investigação da comissão que poderá cassar o mandato do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Com elas foram firmados contratos de emergência que os vereadores questionam sobre a legalidade. A Salute foi contratada para fornecer alimentos aos Centros de Educação Infantil (Ceinfs), a Já Gás forneceu botijões de gás mesmo tendo pertido no processo licitatório e a Mega Serv era responsável pela limpeza dos postos de saúde.

Os quatro empresários foram convocados como testemunhas de acusação. No entanto, Érico Chezini Barreto (Salute), Elton Luiz Crestani (Já Gás) e Milton Felice (Mega Serv) também foram citados nos processo como testemunhas de defesa do prefeito.

Depois dos empresários, será a vez dos secretários tentarem defender Bernal. No dia 19 de novembro, o secretário de Saúde, Ivandro Corrêa Fonseca, a diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Kátia Castilho, e a secretário de Assistência Social, Thaís Helena.

No dia seguinte, José Chadid (Educação) e Thiago Ballock (Administração) serão ouvidos pelos vereadores. E no dia 21, Wanderlei Ben Hur, secretário de Planejamento, Finanças e Orçamento, e Gislaine Barbosa, coordenadora-geral da Central de Compras e Licitação, encerram instruções dos secretários.

Para finalizar a fase de defesa do prefeito, a comissão ouvirá o denunciado, Bernal. Depois de ouvida todas as testemunhas, a comissão terá cinco dias para analisar todas as informações apresentadas. Embora o prazo de encerramento dos trabalhos da comissão seja dia 17 de janeiro, os vereadores pretendem finalizar antes do recesso, no dia 22 de dezembro.

Leia Também

Com hospitais lotados, SES alerta para aglomerações na Black Friday
Cidades
Com hospitais lotados, SES alerta para aglomerações na Black Friday
Mulher corre até viatura e denuncia ex-namorado que a ameaçava com revólver em Dourados
Interior
Mulher corre até viatura e denuncia ex-namorado que a ameaçava com revólver em Dourados
Motorista de 49 anos capota carro e morre no DF
Geral
Motorista de 49 anos capota carro e morre no DF
Endoidou? Homem sobe em telhado e depois tenta bater em PMs no Taquarussu
Polícia
Endoidou? Homem sobe em telhado e depois tenta bater em PMs no Taquarussu