TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

Câmara Municipal se recusa a cassar vereador condenado por roubo

Condenação ocorreu em maio e parlamento não se manifestou até o momento

12 junho 2020 - 19h00Por Thiago de Souza

O vereador por Rio Verde de Mato Grosso, Fábio de Oliveira Souza (PRTB), o Fabinho Borracheiro, foi condenado pela Justiça por articular esquema de furto de gado de fazendas na região. A decisão da Justiça ocorreu em maio deste ano, mas até agora a Câmara Municipal se fez de desentendida. 

Conforme apurado pelo TopMídiaNews, desde o conhecimento da condenação, o caso do parlamentar não entrou nem na pauta. Aliás, segundo a denúncia, o parlamento municipal se recusa a colocar em pauta a cassação de Fabinho Borracheiro. 

Quadrilha

A investigação da Polícia Civil começou em abril de 2013 e à época identificou Fabinho como envolvido no esquema. Em uma das situações, cerca de 20 cabeças de gado estavam na fazenda do vereador. 

Fabinho foi preso, segundo o site Idest, no decorrer das investigações, mas solto em seguida. Segundo denúncia do Ministério Público Estadual, ele agia com mais cinco pessoas e no processo consta furto de 478 bovinos, sendo que 80 estariam em propriedade rural de responsabilidade dele. 

A pena imposta a Fabinho foi de quatro anos de prisão, inicialmente em regime semiaberto. Á época das prisões e da investigação, o vereador Fabinho Borracheiro negou as acusações.