TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
terça, 20 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Casal gay é obrigado a devolver menina após 12 dias da adoção

Família que ficou provisoriamente diz que pegou vínculo com a criança

04 março 2021 - 21h22Por Thiago de Souza

O casal, Juliano Peixoto e Johnatan Pereira, que estava no processo final de adoção, foi obrigado a devolver a menina, após 12 dias de convívio, em Pirenópolis (GO). A família que acolhia a criança provisoriamente entrou na Justiça alegando vínculo afetivo.

Segundo o UOL, Juliano e Johnatan, que estão há 12 anos juntos, passaram por todas as etapas e análises exigidas pelas autoridades para ter a pequena Aurora nos braços. Eles dizem que a única exigência foi que a criança tivesse de 0 a dois anos. 

Em setembro de 2020, eles foram comunicados pela Vara da Infância e da Adolescência, que estavam aptos a adotar uma criança. Tempos depois, receberam a guarda provisória de Aurora. 

Porém, a família acolhedora havia se recusado a entregar a criança e, segundo o site, foi preciso um mandado de busca e apreensão para que a menina fosse para o novo lar, o que foi feito. 

Porém, 12 dias depois, foram surpreendidos por uma decisão do TJ goiano, ordenando a devolução da criança para a família acolhedora, que havia ficado com a criança para que ela não ficasse desassistida. 

"Desde então, estamos sem nossa filha e esperando o julgamento do nosso recurso. Todo mundo que viu nossa situação considera essa decisão do TJ um absurdo", concluiu Juliano Pereira... 

Aurora retornou a casa de Thays Veiga, também moradora de Pirenópolis. 

"Eu e minha prima resolvemos adotar cinco crianças...A gente deu muito amor a essas crianças. Eu não sou família acolhedora. Não passei por estudo psicossocial nenhum para ser família acolhedora. Eu só assinei um termo de responsabilidade porque as crianças estavam comigo", afirmou Thays. 

Depois de pedir reconsideração da decisão em primeira instância, Thays acionou o TJ, que anulou a adoção. 

‘’...ganhei, porque ela já tem todo vínculo com a gente. Ela é minha filha", finalizou Thays.