(67) 99826-0686

Cauã Reymond opina sobre aborto, drogas e admite: 'Já fumei maconha'

Cauã disse também que é a favor do aborto, mas ponderou sobre o assunto

20 DEZ 2016
Pure People
15h20min
Foto: Reprodução

Cauã Reymond, prestes a voltar à TV na minissérie "Dois Irmãos", abriu o jogo e falou sobre temas como religião, aborto e drogas em entrevista à revista "Marie Claire". Questionado se usou já usou algum tipo de entorpecente, o ator respondeu: "Já fumei maconha". Ele também falou se é a favor da legalização.

"Olha, esse assunto é complicado. Fico receoso de uma voz ignorante no tema como a minha tomar uma grande dimensão. Talvez o Brasil não esteja preparado, mas gosto do que aconteceu no Uruguai. Vejo a possibilidade da legalização da maconha – e não de outras drogas", declarou o galã, escalado para a próxima novela de Walcyr Carrasco.

Pai da pequena Sofia, fruto de seu casamento com Grazi Massafera, com quem mantém boa relação, Cauã disse que é a favor do aborto, mas ponderou. "Sim. Não de qualquer forma, cada caso é um caso. Assim como sou a favor do estudo da legalização da eutanásia. Se uma pessoa não quer estar aqui, deve ter o direito de fazer", explicou.

O artista também afirmou ser uma pessoa religiosa: "Rezo todos os dias. Sou católico de batismo. Vou à igreja em busca de silêncio. Vamos lá, vou falar: tanto politicamente quanto religiosamente estamos indo para um lugar de pouco respeito às diferenças. Acho isso extremamente perigoso. Não entendo uma religião que não respeita outra".

Morando com a namorada, a apresentadora Mariana Goldfarb, com quem acha cedo ter filhos, Cauã comentou se é ciumento. "Já fui mais. Mas sou ainda. Acho bom um pouco de ciúme, inclusive para o erotismo do casal", entregou ele, acrescentando ser um homem vaidoso: "Sim, com a saúde. Como bem, me exercito, passo protetor solar".

Veja também