tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Chapa "Novos Rumos" é registrada para as eleições da OAB/MS

20 outubro 2015 - 09h41Por Assessoria

O advogado Jully Heyder da Cunha Souza entregou nesta segunda-feira (19/10) a inscrição para concorrer ao cargo de presidente da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB/MS) pela chapa Novos Rumos. Até o momento, é a única chapa de oposição visto que os demais concorrentes ocupam cargo na diretoria na instituição. Também é a única chapa inscrita com todos os cargos da seccional.


Conforme Jully Heyder, o objetivo é dar nova condução à gestão da Ordem para que os advogados e a instituição voltem a ser respeitados e que a instituição seja participativa e busque soluções para a sociedade. “Dar novo rumo é colocar a OAB nos trilhos da independência que ela sempre percorreu em defesa dos profissionais da advocacia e dos valores morais da sociedade, sem ser omissa diante dos casos de corrupção que assolam o país, o Estado e a Capital, por exemplo”, explica o candidato.

Jully Heyder ressalta a necessidade de aproximar a Ordem dos advogados no interior do Estado e instituir maior transparência na OAB/MS para que a entidade sirva de exemplo para os demais órgãos do Estado em relação ao uso adequado do dinheiro dos seus contribuintes. “Hoje o advogado paga uma das anuidades mais caras das categorias profissionais e não vê investimentos naquilo que é necessário para dar suporte ao profissional, vê apenas a direção construir clube de campo na capital, realizar bailes e outras atividades que em nada valoriza a advocacia”, aponta o candidato.

O advogado também destaca que a independência na OAB é fundamental para o diálogo institucional com o Poder Judiciário com o objetivo de dar maior eficiência e acesso ao processo eletrônico e redução dos tributos incidentes sobre a atividade judicial. “Nós temos uma prioridade que é o fortalecimento de nossa instituição, porque somente se a Ordem estiver fortalecida e com total independência, sem vínculos com partidos políticos, políticos e setores do Poder Público, é que a OAB vai desempenhar o seu papel que é a defesa do advogado e da sociedade. O advogado deve ser prioridade, resgatando a imagem e a credibilidade da advocacia como instrumento necessário para a plena realização da Justiça”, afirma Jully Heyder que iniciou a advogar no município de Camapuã, atuou como conselheiro estadual e secretário-geral adjunto da OAB durante outras gestões e também foi professor de Direito Processual Civil na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

As eleições da OAB/MS acontecem no dia 20 de novembro. Cerca de 12 mil advogados estão aptos a votar em todo o Mato Grosso do Sul.