tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Com ministros, Congresso Nacional de Advocacia começa em Campo Grande

09 outubro 2015 - 08h02Por Assessoria

Com foco nas discussões em cima da precarização dos direitos do trabalhador, teve início na manhã desta quinta-feira (08), a 37ª edição do CONAT (Congresso Nacional de Advogados Trabalhistas), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. Com o tema "O Direito Solidário e a Resistência da Advocacia", é a primeira vez que Campo Grande sedia o evento.

São dois dias de programação com palestras, conferências e paineis especiais que vão por em pauta a advocacia trabalhista e a OAB, o impacto do novo Código de Processo Civil no Direito Trabalhista, a transformação da advocacia e discutir a relação do STF e do Direito do Trabalho.

O Congresso é uma realização da ABRAT (Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas), em parceria com a AATMS (Associação de Advogados Trabalhistas de Mato Grosso do Sul).

Presidente da ABRAT, Sílvia Burmeister explica que a escolha por Campo Grande veio da própria classe de advogados que votou na capital sul-mato-grossense. "E aqui estamos trazendonomes de grandes doutrinadores para discutir o Direito do Trabalho no dia a dia", destaca Silvia. Para o presidente da AATMS (Associação dos Advogados Trabalhistas de Mato Grosso do Sul), Rafael Coimbra, a realização marca a trajetória da entidade no Estado.

"Estamos promovendo um debate de ideias, que é o caminho para a tão sonhada mudança no Judiciário, além de ser um marco para a Associação, de sediar o maior congresso do País em nosso Estado", discursou Rafael.

Do evento sairá a "Carta Campo Grande", documento que vai reunir moções, aprovadas em assembleia, contrárias à precarização do Direito do Trabalho e que será encaminhado ao Congresso Nacional.

Ex-presidente da ABRAT e tesoureiro da OAB/MG, Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, destacou ainda que mais que qualificar os advogados acerca das alterações legislativas, o CONAT reflete na sociedade. 

"É essencial tanto para formação dos advogados quanto para a cidadania, para que as pessoas sejam melhores representadas". Linha de pensamento compartilhada também pelo presidente da OAB/MS, Júlio César Rodrigues. "Campo Grande vem sendo sede de grandes eventos para a classe, que promovem o debate não só em cima da advocacia, mas também de toda sociedade brasileira. Nós defendemos o Direito e o bem-estar do brasileiro".


A programação conta com a presença de ministros do TST (Tribunal Superior do Trabalho), desembargadores, juízes e advogados. "É uma troca de ideias entre advogados trabalhistas, integrantes do Ministério Público e os próprios juízes, essa interação entre associalões e integrantes dos poderes é muito importante", destaca o desembargador e vice-presidente do TRT João de Deus Gomes de Souza.


Programação

Nesta sexta-feira, as atividades iniciam às 8h30, com a presença dos ministros do TST, Luiz Philippe Vieira de Mello, falando sobre o STF e o Direito do Trabalho e Delaide Miranda, com a conferência "Lugar de mulher é onde ela quiser", na qual a ministra descreve a própria trajetória de empregada doméstica ao Tribunal.