Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Comemoração reúne ex-campeões mundiais pelo Santos na Vila Belmiro

50 anos

17 NOV 2013
Redação
09h23min

A comemoração dos 50 anos do bicampeonato mundial do Santos atingiu seu ponto alto na noite deste sábado, quando um coquetel realizado no Salão de Mármore da Vila Belmiro reuniu cerca de 150 pessoas e os ex-campeões mundiais. Mengálvio, Pepe, Dorval, Dalmo, Lima, Zito, Geraldino e Maneco estiveram presentes, além de familiares de jogadores já falecidos. Coutinho e Pelé não compareceram. Todos foram homenageados.

 

Imagens da conquista foram exibidas, e os homenageados contaram histórias e lembraram o título de 16 de novembro de 1963, conquistado sobre o Milan no Maracanã. "O Lula (treinador) levou o time para o Rio e a gente ficou 15 dias concentrados no alojamento do estádio, para sentir o clima, a torcida", lembrou Lima. "Foi muito importante o apoio de todo o torcedor carioca", afirmou Pepe.

Durante o coquetel, os ex-jogadores foram homenageados com uma medalha e uma faixa alusiva à conquista do bi. "O brasileiro tem memória curta, mas o Santos lembrou da gente", disse Mengálvio. "Senti uma imensa alegria ao ser convidado. Fiquei feliz em saber que o Santos não esquece seus ídolos", comentou Geraldino. Álvaro Albuquerque, filho de Almir Pernambuquinho, se disse emocionado. "É uma honra muito grande estar aqui. Fiquei emocionado quando cheguei e vi a figura do meu pai pintada no muro do CT Rei Pelé."

As festividades dos 50 anos do bicampeonato mundial prosseguem neste domingo. A partir das 10h, o Memorial das Conquistas inaugura uma nova seção dedicada a Pepe, o 'Canhão da Vila'. Maior artilheiro da história do Santos depois de Pelé, Pepe acompanhará os presentes numa visita pelas áreas que expõem os troféus que ele conquistou. 

Fonte: Agência Estado

Veja também