(67) 99826-0686
Origem - entregas

Câmara, Ministério da Fazenda e Fiocruz abrem concurso com salários de R$ 25 mil

Concurso Público

29 JAN 2014
Estado de São Paulo
21h00min
Foto: Dida Sampaio

 

Três concursos públicos tiveram o pontapé inicial nesta quarta-feira, 29. As oportunidades são para o Ministério da Fazenda, a Câmara dos Deputados e a  Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

 

Na Fazenda, são 1.026 vagas para assistente-técnico administrativo. O salário inicial é de R$ 3.050 e, para se candidatar, é preciso ter ensino médio completo. As inscrições vão de 3 a 16 de fevereiro e devem ser feitas pela internet. A taxa é de R$ 62.

 

Na Câmara dos Deputados, o concurso aberto nesta quarta vai preencher 53 vagas de analista legislativo (nível superior) e 60 de técnico legislativo (nível médio).

 

A carreira de analista se divide em consultor de orçamento (4 vagas) e consultor jurídico (49 vagas), com remuneração de R$ 25.105,39. É preciso ter diploma de ensino superior em qualquer área para concorrer.

 

Já as vagas de nível médio são para o cargo de agente de polícia legislativa. O salário é de R$ 12.286,61. Para todos os cargos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

 

As inscrições ocorrem entre 5 e 24 de fevereiro, apenas pela internet, no site da organizadora da prova, a Cespe/UnB. O concurso para nível superior tem uma taxa de R$ 150 e o de nível médio, R$ 110.

 

Todas as etapas serão realizadas em Brasília. O cargo de analista terá uma prova objetiva no dia 13 de abril e outra discursiva no dia 20. Já a seleção para técnico terá provas objetiva e discursiva no mesmo dia – 20 de abril.

 

Fiocruz -  Ligada ao Ministério da Saúde, a Fiocruz vai selecionar 75 candidatos para o cargo de técnico em saúde pública. As inscrições vão de 3 de fevereiro a 6 de março. As inscrições deverão ser feitas pela internet, no endereço da Fundação Dom Cintra. A taxa de inscrição é de R$ 100.

 

O cargo exige nível médio/técnico de formação e tem remuneração inicial de R$ 2.128. A realização do concurso será somente nas cidades de Belo Horizonte, Recife e Rio, onde os aprovados ficarão lotados.

Veja também