Menu
domingo, 29 de novembro de 2020
Geral

Corintiano oferece esposa por uma noite em troca de ingressos para final do Paulista

A escolha ficará a critério da esposa, que não gosta de homens afeminados; o contemplado também não pode ser bem dotado e somente dois homens ao mesmo tempo

11 abril 2019 - 14h06Por Da redação/Diário Livre

Um morador de Guarulhos, na grande São Paulo, fez um anúncio incomum e suas redes sociais. Wellington Machado, de 37 anos, é torcedor roxo do Corinthians e fará de tudo para ver as finais do seu time no Campeonato Paulista contra o São Paulo.

Como está desempregado e sem dinheiro, Wellington, que é casado, resolveu oferecer a esposa, Michelle, de 26 anos, por uma noite. Ele quer, em troca, 4 ingressos para os jogos da final, para ele e a esposa, que também é corintiana.

Michelle, casada com Wellington há 6 anos, diz que ficou surpresa com a proposta do marido, mas aceitou sem reclamar, pois, pra ela, qualquer sacrifício é válido para fazer seu marido feliz.

Apesar da proposta inusitada, Wellington impôs algumas regras para os homens que queiram participar.

  • Não pode ser torcedor do Palmeiras, maior rival do seu time;
  • Não pode ser bem dotado, para não 'estragar' a mulher;
  • Máximo de dois homens ao mesmo tempo, nada mais que isso.

Até o momento, mais de 400 pessoas já haviam se oferecido para fazer a troca. A escolha ficará a critério da esposa, que afirmou não gostar de homens afeminados.

Leia Também

Motoboy do tráfico é preso com ecstasy e LSD no Monte Castelo
Polícia
Motoboy do tráfico é preso com ecstasy e LSD no Monte Castelo
Advogado acusado de estupro de meninas de 11, 12 e 15 anos é solto pela Justiça de MS
Polícia
Advogado acusado de estupro de meninas de 11, 12 e 15 anos é solto pela Justiça de MS
Em Dourados, criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo
Interior
Em Dourados, criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo
Dono de bar no Centro se recusa a mostrar alvará e vai parar na Delegacia após gritar com PM
Polícia
Dono de bar no Centro se recusa a mostrar alvará e vai parar na Delegacia após gritar com PM