Menu
domingo, 09 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Geral

"Que a Justiça prevaleça e que Deus tenha misericórdia", diz deputada sobre morte de pescador

O genro da deputada Nivaldo Thiago Filho de Souza supostamente provocou um acidente que matou um pescador no Rio Miranda

04 maio 2021 - 12h05Por Rayani Santa Cruz

A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) emitiu nota oficial nesta segunda-feira (3), onde lamentou profundamente a morte do pescador Carlos Américo Duarte, o Carlão ocorrida após um acidente provocado pelo seu genro Nivaldo Thiago Filho de Souza. O caso ocorreu no último sábado (1), na região do 'Touro Morto' no encontro entre os rios Miranda e Aquidauana. 

Nivaldo pilotava uma lancha quando atropelou a embarcação em que Carlão estava (Veja mais aqui e aqui). O pescador morreu na hora.

O caso veio a público e a população logo passou a cobrar um posicionamento da parlamentar pelo parentesco com o rapaz. A deputada explicou que cumpria agenda em Rio Brilhante no horário do fato e assim que tomou conhecimento retornou a Campo Grande. 

Ela afirma que "sobre o ocorrido, cabe às autoridades competentes a investigação e os demais encaminhamentos. Que a Justiça prevaleça e que Deus tenha misericórdia de todos nós!".

Nota Oficial

"No último sábado (01), eu, deputada estadual Mara Caseiro, estava trabalhando no município de Rio Brilhante, realizando visitas e conversando com produtores rurais de assentamentos da região, quando recebi a notícia de uma tragédia envolvendo minha família. Parei imediatamente minhas atividades e retornei à Campo Grande.

Foi então que tomei conhecimento do ocorrido com meu genro Thiago, minha filha Maiara e meus três netos, Luiz Henrique, de 14 anos, Ana Gabriela de 11 anos e João Vitor de 10 anos. Um passeio de sábado em família no Rio Miranda, onde todos estavam felizes, fazendo o que mais amam, que é estarem juntos em uma pescaria, terminou em um acidente envolvendo a lancha em que estavam e um barco com três pessoas. Infelizmente, uma dessas pessoas, o sr. Carlos faleceu.

Sei que nada pode reparar a perda de um ente querido. Nada!!! O momento de alegria para todos que estavam ali naquele dia de feriado, transformou-se em tristeza e desespero. Para buscar ajuda, meu genro, minha filha e meus netos, saíram do local e procuraram as autoridades competentes. Ao mesmo tempo, como meu neto mais novo chorava muito, reclamando de dores abdominais devido à batida, eles em estado de choque buscaram ajuda hospitalar no município de Miranda.

Ciente de toda a situação, apesar do pânico e da angústia que me consumiam no momento, meu instinto imediato foi estar ao lado da minha filha e dos meus netos. Não tenho como amenizar a dor da família que perdeu seu ente querido. Esse poder apenas nosso bom Deus possui. Mas externo aqui meu mais profundo pesar a todos os amigos e familiares do sr. Carlos. Sei que com certeza estão sofrendo muito! Todos nós estamos com os corações dilacerados!

Sobre o ocorrido, cabe às autoridades competentes a investigação e os demais encaminhamentos. Que a Justiça prevaleça e que Deus tenha misericórdia de todos nós!

Mara Caseiro Deputada Estadual”