TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

Deputado e senador pedem que STF apreenda passaporte de Weintraub: 'risco de fuga'

Parlamentares dizem que ex-ministro é investigado

19 junho 2020 - 14h49Por Thiago de Souza

Os deputados Célio Moura, do PT, e Fabiano Contarato (REDE), pediram ao Supremo Tribunal Federal que apreenda o passaporte do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub. O argumento é que ele saia do país sem responder pelos crimes que é causado. 

Segundo o Metrópoles, para o deputado, “Weintraub dissemina falsas notícias, tem atitudes criminosas e trabalha permanentemente para atacar as instituições democráticas de nosso país. Tem que primeiro responder por todos os seus crimes, para poder deixar o país. Trata-se de um inimigo da democracia perigoso, ataca o judiciário, o Legislativo e envergonha nossa nação por sua tenebrosa gestão de desmonte da Educação Pública”.

Contarato interpretou que o anúncio da viagem de Weintraub o fez esquecer a condição de investigado. 

“Ao comemorar a iminente mudança ao exterior, o senhor Abraham Weintruab, aparentemente, se esqueceu de mencionar que ostenta a condição de investigado perante o Supremo Tribunal Federal, por potencial cometimento do crime de lesar ou expor a perigo de lesão a independência do Poder Judiciário e ao Estado de Direito”, diz a petição.

Weintraub foi às redes sociais nesta sexta-feira e disse que pretende deixar o país o mais rápido possível. 

''Aviso à tigrada e aos gatos angorás (gov bem docinho). Estou saindo do Brasil o mais rápido possível (poucos dias). Não quero brigar! Quero ficar quieto, me deixem em paz, porém, não me provoquem'', escreveu o ex-ministro.