Menu
quarta, 23 de setembro de 2020
Geral

Durante voo, passageiro xinga comissário de “viadinho de bosta” e é expulso

O caso foi divulgado no Twitter

16 setembro 2020 - 12h38Por Rayani Santa Cruz

Um passageiro foi retirado de um voo da Latam pela Polícia Federal após proferir comentários homofóbicos a um dos comissários de bordo. As informações são da Istoé.

Segundo o portal, a empresa aérea diz que o caso ocorreu na segunda-feira (14) em um voo que ia de Guarulhos (SP) para Fortaleza (CE).

A história repercutiu após um usuário do Twitter compartilhar o caso. Conforme testemunhas que estavam no voo, o comissário teria acordado o passageiro para pedir que ele levantasse a poltrona para que a aeronave realizasse a decolagem.

Logo em seguida, o homem insultou o funcionário da empresa aérea e o chamou de “viadinho de bosta”. O caso foi reportado para o chefe dos comissários que abordou o cliente e pediu esclarecimentos. No entanto, o cliente também o ofendeu e o chamou de “outro bosta”.

Ainda segundo a Istoé, a chefe dos comissários acionou a Polícia Federal.

Em nota, a Latam informou que o passageiro foi retirado do voo “em função de comportamento indisciplinado”.

“Repudiamos veementemente qualquer tipo de ofensa e qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa. Estamos à disposição”, diz a nota da empresa aérea compartilhada nas redes sociais.

Leia Também

Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
Interior
Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Geral
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Geral
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido
Cidade Morena
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido