Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Geral

Empresas parceiras da Agepen podem se cadastrar no Selo Resgata até hoje

Iniciativa tem por objetivo dar visibilidade e reconhecimento nacional pelo trabalho social desenvolvido

31 dezembro 2018 - 07h55Por Da Redação / PortalMS
Empresas parceiras da Agepen podem se cadastrar no Selo Resgata até hoje

Empresas e instituições parceiras da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), no oferecimento de trabalho para detentos, podem se inscrever para o II Ciclo de Concessão do Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho no Sistema Prisional – Selo Resgata. As inscrições vão até  o dia 31 de dezembro e podem ser feitas pela internet.

A iniciativa tem por objetivo dar visibilidade e reconhecimento nacional pelo trabalho social desenvolvido por empresas e instituições que dão oportunidade de ocupação lícita remunerada a custodiados do sistema prisional e egressos.

Lançado no ano passado, por meio de regulamentação federal, o Resgata será concedido e acompanhado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por intermédio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A chefe da Divisão de Trabalho da Agepen, Elaine Cecci, aponta que, além do expressivo marketing social, o selo pode representar uma oportunidade de ampliar os negócios até mesmo fora das fronteiras do Brasil. “Às vezes, dependendo do negócio, exige-se um certificado em nível nacional, e esta é uma grande oportunidade”, comenta.

Atualmente, a Agepen conta com aproximadamente 180 empresas parceiras que oferecem ocupação produtiva a detentos. Na primeira edição do Selo, no ano passado, sete atenderam aos critérios estabelecidos e conquistaram o reconhecimento nacional.

Resgata

O Selo Resgata é uma iniciativa promovida pelo Departamento Penitenciário Nacional para reconhecer as empresas e instituições que contratam pessoas privadas de liberdade e egressos do sistema prisional. Trata-se de uma estratégia para incentivar e dar visibilidade a organizações que colaboram com a reintegração dessas pessoas ao mercado de trabalho e à sociedade.

Uma alteração deste novo ciclo é que o percentual de contratação de pessoas privadas de liberdade ou egressas do sistema prisional se dará a partir do segmento ocupacional que a mesma ocupa dentro da instituição, ampliando a possibilidade de certificação às instituições.

Leia Também

Sábado terá pancadas de chuva e máxima de 41°C no estado
Cidades
Sábado terá pancadas de chuva e máxima de 41°C no estado
Geral
INFORME PUBLICITÁRIO
Para recuperar economia, candidatos falam de reforma administrativa, banco municipal, IPTU e obras
Política
Para recuperar economia, candidatos falam de reforma administrativa, banco municipal, IPTU e obras
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Geral
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'