Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Enquete: qual deve ser o futuro do Centro Municipal Pediátrico?

Opinião

18 novembro 2015 - 07h33Por Anna Gomes

Não é de hoje que a população campo-grandense reivindica melhorias no serviço público de Saúde. O atendimento básico  tem sido motivo de preocupação para quem depende dele, especialmente para pais e responsáveis de crianças. A questão hoje é: o Centro Municipal Pediátrico deve permanecer aberto ou não?

Desde outubro de 2014, o local referência para o atendimento infantil é o Cempe (Centro Municipal Pediátrico) – denominado oficialmente como PAI (Pronto Atendimento Integrado) – localizado na região central da cidade, na Avenida Afonso Pena. Até o fim do ano, o prédio deve ser desocupado e os profissionais e equipamentos transferidos para outras unidades de saúde da rede municipal de saúde, o que pegou muitos campo-grandenses de surpresa.

Nesta semana, o local só está atendendo casos de urgência e emergência; quem não tem um quadro considerado urgente precisa procurar outra unidade de saúde, mesmo a maioria dos locais de atendimento com poucos, ou às vezes nenhum, pediatra.

Pensando nos assuntos polêmicos que sempre giraram e giram em torno do Cempe, perguntamos aos leitores: Qual você acha que deve ser o futuro do Centro Municipal Pediátrico? As opções variam desde o hospital continuar atendendo normalmente, ou socorrer apenas crianças em caso de urgência e emergência, ou até  a preferência do Cempe fechar as portas.

Clique aqui para votar.