Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Geral

Matrícula para Escola Agrícola vai até o dia 13 de dezembro, em Campo Grande

Educação

08 novembro 2013 - 07h49Por Da Redação

As matrículas para a Escola Agrícola Governador Arnaldo Estevão de Figueiredo estão  abertas em Campo Grande.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), a inscrição precisa ser feita por pais ou responsáveis legais do aluno no horário das  oito às 11 horas e das 13 às 15 horas, na  Escola Municipal Agrícola Gov. Arnaldo Estevão de Figueiredo (Rodovia MS 451, KM 10) região das Três Barras, nos dias 9, 10, 11, 12 e 13 de dezembro.

Para os alunos já aprovados e reprovados , a matrícula pode ser feita nos dias 6, 7 e 8 de janeiro de 2014. A partir de 9 de janeiro de 2014 estão abertas para alunos novos. Para ingressar no ensino fundamental e médio, o aluno precisa está matriculado na própria unidade escolar (exceto alunos que irão ingressar no 1º ano) e ser residente da zona rural, no entorno da unidade escolar ou das regiões Santa Maria, Bom Jardim, Três Barras, Cachoeira e Cedro. 


Para o ensino médio (1ª série), o interessado deve ser aluno concluinte do ensino fundamental da própria unidade escolar, residente da zona rural ou entorno. Os alunos oriundos de outra unidade escolar precisam apresentar histórico escolar referente à conclusão do ensino fundamental. Serão disponibilizadas, no máximo, 35 vagas.

Leia Também

Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Cidade Morena
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Cidade Morena
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Cidade Morena
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande
Cidade Morena
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande