Menu
sábado, 15 de agosto de 2020
Geral

Ex-secretário de Saúde do Rio estava com R$ 6 milhões em espécie

Ele é acusado de desviar dinheiro na compra de equipamentos contra a covid

10 julho 2020 - 20h41Por Thiago de Soua

Edmar Santos, ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, no Governo Wilson Witzel, foi preso e teve R$ 6 milhões apreendidos, nesta sexta-feira (10), em operação do Ministério Público Estadual. Santos é investigado em esquema de propina na compra de equipamentos para combater a covid no Estado. 

O dinheiro estava em endereços ligados a Santos, que foram alvos de busca e apreensão. Antes do achado dos valores, o grupo de promotores e procuradores foi ate a casa do ex-secretário e o prendeu. 

Além da quantia, bens e valores de Edmar foram confiscados judicialmente até que atinjam R$ 36.922.920, valor correspondente ao que o ex-secretário desviou dos cofres públicos em três contratos fraudados, segundo o MP.

Os contratos eram para compra de equipamentos médicos para abastecer o sistema público de saúde durante a pandemia de Covid-19.

 

Leia Também

Menino de 3 anos não resiste e morre após cair em piscina em Campo Grande
Cidade Morena
Menino de 3 anos não resiste e morre após cair em piscina em Campo Grande
Menino de nove anos é achado morto após ter faca cravada no peito em Douradina
Interior
Menino de nove anos é achado morto após ter faca cravada no peito em Douradina
Homem de 40 anos é executado em conveniência em Ponta Porã
Interior
Homem de 40 anos é executado em conveniência em Ponta Porã
Em delação, 'Doleiro dos doleiros' diz que levava pacotes de dinheiro para donos da Globo
Geral
Em delação, 'Doleiro dos doleiros' diz que levava pacotes de dinheiro para donos da Globo