Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Geral

Ex-Vasco Valdiram é encontrado morto

Jogador foi vice-campeão e artilheiro da Copa do Brasil de 2006 pelo Cruzmaltino

21 abril 2019 - 07h45Por Meia Hora

O ex-jogador do Vasco Valdiram, de 36 anos, foi encontrado morto, nessa sexta-feira, em São Paulo. O corpo do ex-atacante foi localizado com sinais de espancamento na região de Santana, na Zona Norte da capital paulista.

Valdiram foi vice-campeão e artilheiro da Copa do Brasil de 2006 pelo Vasco. O ex-atacante sofria de alcoolismo e de compulsão por sexo e drogas. Ele estava morando nas rua e apareceu pedindo dinheiro em um vídeo que circulou na Internet no fim do ano passado.

Na época, Edmundo, que foi citado por Valdiram no vídeo, lamentou a situação, mas disse que não tinha muito o que fazer: "Os clubes preparam os atletas e esquecem o homem. Esse vídeo do Valdiram é mais uma certeza disso que estou dizendo. Os clubes só pensam em produzir o atleta, em vender. Os dirigentes não têm responsabilidade social. O Valdiram não é o único, não. Mais de 80% dos ex-jogadores passam por dificuldade porque não foram preparados para seguir depois do futebol".

Antes de ir para São Paulo, o ex-jogador chegou a ser encontrado em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, vivendo sob uma marquise. Na época, recebeu apoio do Vasco e do Olaria. Mas a dependência química foi mais forte ele foi para São Paulo alegando que iria procurar uma irmã.

Leia Também

Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Cidade Morena
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Cidade Morena
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões
Geral
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões