TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 08 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Expo VIP Beleza II
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Geral

Babá que dopou menina de 3 anos com Rivotril vai responder por tentativa de homicídio

O remédio que ela usou na criança é usado por adultos no tratamento de ansiedade, convulsão e epilepsia

24 fevereiro 2020 - 12h33Por Diana Christie

A babá Letícia Diz Ramos Queiroz Leoni, 43 anos, deve responder por tentativa de homicídio. Resultado de exames mostra que a criança de 3 anos que ela cuidava foi intoxicada por Clonazepan, o princípio ativo do Rivotril.

O caso aconteceu em Belo Horizonte, Minas Gerais. O remédio que ela usou na criança é usado por adultos no tratamento de ansiedade, convulsão e epilepsia.

A delegada Renata Ribeiro, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, disse à revista Época que Leoni tinha sido contratada há dois meses para trabalhar como folguista nos fins de semana.

"Em uma das ocasiões, a mãe da criança flagrou a babá colocando o Clonazepan em um suco. Questionada, ela teria dito que se tratava apenas de um fitoterápico para acalmar a menina", revelou a delegada.

A mãe acionou o Samu e levou a menina para o hospital, onde ela ficou internada por dois dias.

Leoni, que é bacharel em Direito, fala dois idiomas e tem antecedentes criminais por furto a estabelecimentos comerciais, foi presa no sábado (22).

A polícia encontrou diversos medicamentos de uso restrito na casa dela, mas ela nega as acusações e garante que os remédios são para uso próprio.