TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Geral

Falta de atividades pode deixar Pets ansiosos

Colo e atenção o tempo inteiro podem gerar ansiedade de separação quando isolamento acabar

13 abril 2020 - 09h30Por Rayani Santa Cruz

Além de mudar hábitos, a quarentena também está interferindo na rotina dos cachorros. Em publicação, o G1 diz que o número de passeios diminuiu ou deixou de existir devido ao isolamento social, e isso pode prejudicar os animais de estimação.

Especialistas indicaram algumas dicas para melhorar a vida dos pets: 

• Crie rotinas de brincadeiras e aposte em brinquedos interativos;

• Mantenha a alimentação como nos dias normais;

• Estabeleça limites e momentos em que o cão fique sozinho;

• Não dê colo nem carinho o tempo inteiro;

• Fique atento às alterações de comportamento;

• Aproveite o momento para treinar comandos com o pet.

Gastando energia 

Ainda de acordo com o G1, a falta de atividade pode ser o grande problema para os cachorros. "O cão pode ficar mais agitado e ter comportamento diferentes, como fazer xixi e coco em lugares errados, começar a destruir alguma coisa dentro de casa. Tudo por frustração pela falta de passeio mesmo", explica Helen Maltasch.

A especialista em comportamento de cães na empresa Cão Carioca também destaca que o passeio não é importante apenas para o físico do animal:

"Ao sair, eles ficam em contato com cheiros diferentes, ar fresco, natureza, além da socialização com outros cães. Tudo isso que deixa o cão mais equilibrado."
Para os donos que optem em passeios, a orientação é limpar as patas na volta e tentar higienizar a guia, além dos cuidados de lavar a mão da pessoa que saiu de casa.