Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
Geral

Fechar escola rural, indígena e quilombola fica mais difícil

PLC

04 março 2014 - 07h00Por Agência Brasil

Os senadores aprovaram na quarta-feira passada o projeto que estabelece critérios para o fechamento de escolas rurais, indígenas e quilombolas (PLC 98/2013).


A proposta prevê que, para que uma escola dessas áreas seja fechada, o órgão normativo do sistema de ensino deve ser consultado. O PLC 98/2013, do Executivo, segue para sanção.


O presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que a proposta veio em muito boa hora, pois dificulta o fechamento das escolas rurais e as voltadas aos índios e aos quilombolas, que atendem atualmente 151 mil alunos.


Segundo o Ministério da Educação, nos últimos cinco anos foram fechadas 13 mil escolas na zona rural, o que gerou transtorno às populações.


Funcionam como órgãos normativos na área educacional, por exemplo, os conselhos municipais de Educação, com representantes dos gestores e de toda comunidade escolar.


Fies

O Plenário aprovou, na terça-feira da semana passada, a Medida Provisória (MP) 626/2013, que abriu crédito extraordinário de R$ 2,53 bilhões para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Aprovada sem alterações, em votação simbólica, a matéria vai à promulgação.


O governo alegou ainda que nos últimos três anos houve um crescimento exponencial na demanda pelo Fies, devido à redução da taxa de juros praticada no financiamento, à ampliação dos prazos de carência e de pagamento e à criação do Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc), que dispensa a exigência de fiador para estudantes de menor renda.

Leia Também

Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Interior
Mãe e bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Interior
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Geral
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde