Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Geral

Fifa condena violência no Brasileirão e garante segurança na Copa

Violência no Estádio

09 dezembro 2013 - 12h47Por Carlos Guessy

A Fifa condenou os atos de violência no jogo Atlético-PR x Vasco, em Joinville (SC), no último domingo (8). As imagens de tv e imagens fotográficas rodaram o mundo em uma velocidade incrível.

A partida era válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro, mas ficou marcada não tanto pelo rebaixamento da equipe carioca, mas pelas cenas de barbárie nas arquibancadas entre torcedores atleticanos e vascaínos. Quatro torcedores foram parar no hospital. Três já tiveram alta. Outros três estão presos.

A briga fez os jogadores pararem a partida. O árbitro interrompeu o jogo por 75 minutos. A partida foi disputada em Joinville porque o Atlético-PR havia perdido um mando em Curitiba por conta de brigas entre seus próprios torcedores no clássico contra o Coritiba, em outubro.

A Fifa reforçou ainda que tem todo um aparato de segurança para evitar que este tipo de vandalismo ocorra durante os jogos da Copa do Mundo no Brasil. No Mundial, a Fifa usa seguranças particulares dentro do estádio, mas conta também com efetivo policial na área externa dos estádios.

No jogo de domingo, policiais militares ficaram, inicialmente, cuidando apenas do que ocorria dentro do gramado e da área externa. Na arquibancada, os responsáveis eram seguranças particulares. A PM só ficou na arquibancada depois que a confusão já havia começado.

Leia Também

Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Interior
Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Na Lata
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Cidade Morena
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde
Geral
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde