Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Geral

Filha adotada é compatível e doa rim para o pai

O curioso é que, com os outros filhos de sangue de idoso, os testes não deram certo

23 março 2019 - 09h00Por Da redação/Só Boa Notícia

As voltas da vida… “Meu pai me salvou há 27 anos, quando eu tinha 8 meses de idade. Ele salvou minha vida para depois eu salvar a dele”, disse DeLauren McKnight. Testes descobriram que ela, a filha adotiva da família, é a doadora perfeita para Billy Houze. O pastor de 64 anos precisa de um rim o mais rápido possível. O curioso é que, com os outros filhos de sangue de Billy, os testes não deram certo.

DeLauren McKnight é da Carolina do Norte, nos EUA e ficou surpresa ao saber do resultado positivo. “Fiquei impressionada. Meu pai foi a primeira pessoa que liguei. Ele começou a chorar e encheu meu coração”,  disse McKnight ao InsideEdition.com.

Os rins de Houze começaram a falhar depois que ele foi submetido à cirurgia de vesícula biliar em 2016. Ele foi colocado na lista de doadores, mas os médicos disseram que provavelmente levaria de sete a oito anos para ele receber um transplante. Ele não teria todo esse tempo. Nesse ínterim, ele começou a fazer diálise três vezes por semana.

Adoção

Billy Houze e sua esposa adotaram McKnight em 1992, quando ela tinha apenas 8 meses de idade. Ela é imensamente grata. “Não há nada que eu não faria para o meu pai viver. Isso não é nada para mim. Sou muito grata por poder salvar sua vida”. A família espera que a cirurgia saia nas próximas semanas.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina