tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
segunda, 18 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Geral

Funcionários de fazenda são mortos em ação da PM em Goiás; patrões falam em engano

Eles estavam caçando javalis e eram registrado em carteira na propriedade

26 novembro 2020 - 15h27Por Thiago de Souza

Três funcionários de uma fazenda na região de Cristalina, em Goiás, foram mortos a tiros, em uma ação da Polícia Militar, na noite desta quinta-feira (25). Os donos da propriedade acreditam que eles tenham sido mortos por engano. As vítimas foram Francisco da Silva Chaves, de 41 anos, Nelson da Silva Cardoso, de 38, e Aleff Nunes Souto, de 22.

A Polícia Militar informou que foi acionada para averiguar furto de gado, conhecido como ‘’abigeato’’, e que no local foi recebida a tiros e revidou. 

Os donos da propriedade alegam que o trio trabalhava no local com registro em carteira e que havia saído para caçar javalis, por isso acreditam na tese de ‘’estavam no lugar errado, na hora errada’’. 

Segundo o G1, uma das donas da propriedade, que cultiva grãos, estranhou e lamentou as mortes. 

‘’...nenhum deles nunca teve qualquer problema, eram pais de família e profissionais dedicado'', disse a empresáraia rural. Uma das vítimas, Francisco, trabalhava no local havia 11 anos segundo a proprietária. 

Ainda segundo a dona, o trio saiu com armas específicas para caça de javalis e que elas dão um tiro por vez. Ela também não acredita que os peões tenham atirado nos policiais. 

O caso é investigado pela Polícia Civil.