tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Golpista italiana que se passou por Alessandra Ambrósio tinha outro 'namorado'

Ela faturou cerca de R$ 4,3 milhões nos 15 anos de mentira

07 dezembro 2021 - 22h02Por Thiago de Souza

A polícia italiana descobriu que, Valeria Satta, 50 anos, que se passava pela modelo brasileira, Alessandra Ambrósio, fez um outro homem de vítima, em um relacionamento à distância. 

Satta conseguiu enganar um jogador de vôlei da Itália por 15 anos e recebeu dele o equivalente a R$ 4,3 milhões durante o período. O atleta se relacionava à distância com a golpista e nunca desconfiou da mentira.  

A segunda vítima da suspeita é um homem chamado Massimo. Ele garantiu à polícia que recebia presentes dela, inclusive dinheiro e que não repassou qualquer valor a ela. 

Massimo disse que reconheceu a voz da criminosa, quando a imprensa local divulgou o caso do jogador de vôlei. 

1ª vítima

Já o jogador de vôlei, Roberto Cazzaniga, disse à polícia que não sabia quem era Alessandra Ambrósio. Ele garante que tentou encontrar a namorada em uma praia, mas ela não foi ao encontro. 

"Nós fizemos sexo por telefone durante anos. Eu sempre a chamei de amor, nunca ela [fez isso]. Eu tive que insistir e lembrá-la de dizer isso. Ela disse que precisava se conectar a máquinas porque sofria de dores no coração", disse o italiano segundo o programa "La Iene’’.