Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
Geral

Grávida escreve nome de suspeito com sangue após ser esfaqueada

Ela não resistiu a um corte no pescoço e morreu minutos depois de entregar o suspeito

22 janeiro 2020 - 10h56Por Nathalia Pelzl

Maria de Souza, de 37 anos, que estava gestante de seis meses e foi morta a facadas, conseguiu escrever com sangue o nome do suspeito na mesa de uma lanchonete pouco antes morrer em lanchonete em Anápolis (GO).

O caso aconteceu nesta terça-feira (21). Ela não resistiu a um corte no pescoço e morreu minutos depois de entregar o nome do suspeito.

Conforme o site R7, A polícia chegou à casa do suspeito após ouvir relatos de testemunhas, e o conduziu ao IML (Instituto Médico Legal), onde vestígios de sangue de suas roupas foram analisados.