Prof Rinaldo
(67) 99826-0686
Câmara Municipal

Homem descobre que é filho de milionário e se muda para mansão

Ele suspeitava desde os oito anos que era filho do dono de uma propriedade avaliada em R$ 260 milhões

21 MAI 2019
Da redação/Meia Hora
14h12min
Foto: Reprodução/Meia Hora

Um cuidador herdou uma mansão do século XVII na Inglaterra depois que um teste de DNA apontou que ele era filho do aristocrata Charles Rogers, dono da propriedade no condado de Cornualha, sudoeste do país. O valor da mansão é estimado em 50 milhões de libras (cerca de R$ 260 milhões). Jordan Adlard Rogers, 31 anos, só descobriu sobre seu pai após sua morte em 2018, causada por uma overdose de uma droga derivada da heroína. Ele lutava contra a dependência química.

O novo milionário disse que suspeitava desde os oito anos que era filho de Charles, mas só conseguiu a prova com uma comparação de DNA após a morte do homem de 62 anos em agosto do ano passado. O milionário se recusava a fazer o teste. 

Jordan e sua companheira Katie, 30, que tiveram o filho Joshua recentemente, se mudaram para a mansão. Agora, que mora na mansão e tem uma renda de mil libras por semana, ele diz que não vai se esquecer de onde veio. "Eu sei o que é ficar preocupado com as contas a pagar e tive um começo de vida difícil". 

Ele diz que quer criar uma instituição de caridade. "Eu não preciso mais trabalhar, então quero criar uma instituição de caridade e ajudar a comunidade. Agora estou aqui e quero ajudar as pessoas", disse. Jordan largou o emprego e levou a namorada Kate para uma viagem a Nova York.

Mas a boa sorte de Jordan também é acompanhada da tristeza de não ter conhecido o pai. "As pessoas dizem que eu tenho sorte, mas eu trocaria qualquer coisa para poder voltar atrás e fazer Charles saber que eu era seu filho. Talvez ele pudesse ter tomado um caminho diferente", lamenta. O novo lar de Jordan tem uma Mercedes na garagem. Ele que é fanático por manter a boa forma montou uma academia ao ar livre, onde ficavam quadras de tênis.


(Foto: reprodução/Meia Hora)

Pai lutava contra as drogas

O aristocrata Charles lutou contra o vício em drogas por quarenta anos e morreu de uma overdose em seu carro do lado de fora de sua casa. A família de Rogers vive em Penrose Estate, de 1.536 acres, entre Helston e Porthleven por gerações.

Charles herdou a propriedade depois que o pai, tenente-comandante John Peverell Rogers, morreu em 2012.
A propriedade foi comprada pela família Rogers em 1771 e os descendentes viveram em Penrose House e outras propriedades da propriedade desde então.

Veja também