Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
Geral

Homem preso por matar menina a facadas foi condenado pela morte do irmão

Ele assassinou o irmão durante uma discussão

15 janeiro 2020 - 08h20Por Nathalia Pelzl

Agnaldo Guilherme Assunção, 49 anos, suspeito de matar com 13 facadas Emanuelle Pestana de Castro, 8 anos, que desapareceu enquanto brincava em uma praça na sexta-feira (10), em Chavantes (SP), já tinha passagem pela polícia por homicídio, segundo a Polícia Civil.

Conforme informações do site G1, o delegado Antônio José Fernandes Vieira, Agnaldo já havia sido condenado e cumpriu pena em 1988 por ter assassinado o irmão durante uma briga.

Pela morte de Emanuelle, Agnaldo foi preso em flagrante e será investigado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Ele teve a prisão preventiva decretada.

O crime teria sido motivado por vingança contra a mãe da menina, que não deixava a vítima brincar com o enteado dele.

A  menina levou oito facadas nas costas e cinco no peito. Segundo o delegado, o laudo contesta a versão apresentada pelo suspeito.

“Ele alegava que tinha dado uma facada nas costas e, na sequência, três no tórax. O exame necroscópico revelou que foram 13 facadas: oito nas costas e cinco no peito. Destas, seis são mais relevantes, foram mais profundas”, destaca o delegado.

A polícia investiga se o autor cometeu algum tipo de abuso antes de matar a menina.