Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
Top Ms
Geral

Imagem forte: médicos retiram 40 larvas que comiam cérebro de menina

Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso

10 outubro 2019 - 18h17Por Thiago de Souza

Médicos do hospital Irmã Dulce retiraram cerca de 40 larvas que consumiam a cabeça de uma criança, em Praia Grande, no litoral paulista. O conselho tutelar foi chamado para investigar o caso.

Conforme o site G1,  a menina de dez anos deu entrada em uma UPA da cidade para tratar o caso, mas foi transferida para um hospital.

Como se tratava de larvas, um veterinário foi chamado para acompanhar o caso, já que esse tipo de berne é encontrado mais em animais. O médico veterinário Fabiano Miranda, 39 anos, contou que a cirurgia foi necessária porque algumas larvas já tinham atingido o interior da cabeça da vítima.

A doença é causada pelos ovos da mosca, revela o G1, que, quando depositados em ferimentos abertos na pele do animal ou do ser humano, se tornam rapidamente larvas.

Ainda segundo o profissional, a mãe encontrou os buracos após a criança reclamar de fortes dores de cabeça. O relato é que a criança chorava demais, porque o bicho se alimentava do cérebro dela.